Prefeitura de Caxias avalia ações para fomentar turismo religioso

Prefeito e vice visitaram a Paróquia de São Pelegrino para estreitar relações

O prefeito Adiló Didomenico, a vice-prefeita Paula Ioris e o secretário de Turismo, Enio Martins, foram recebidos pelo padre Leonardo Pereira, pároco da Igreja de São Pelegrino, para um encontro com o intuito de fomentar o turismo local, tendo a igreja como principal ponto de visitação da cidade. Neste 2022, a paróquia completa 80 anos e, no próximo, serão comemoradas as sete décadas de construção da atual Igreja de São Pelegrino, famosa nacionalmente pelos afrescos de Aldo Locatelli; pela réplica oficial da Pietà, de Michelangelo Bounarroti, doada pelo Papa Paulo VI quando dos festejos dos 100 anos da imigração Italiana do Rio Grande do Sul; e pelas portas de bronze que contam a saga dos imigrantes, em que os moldes de gesso vieram da Itália em 1973 para serem fundidas na cidade.

O prefeito e a vice-prefeita expuseram ao pároco a importância da criação de um roteiro turístico em que as portas da igreja estejam sempre abertas para receber os turistas, com apoio da Secretaria de Turismo, com guia conduzindo os visitantes. “São Pelegrino é a segunda igreja mais visitada do estado e um dos pontos reconhecidos emblematicamente e mais visitados de Caxias do Sul como turismo religioso. O Executivo está aqui para unir forças para bem divulgarmos as riquezas arquitetônicas e materiais”, comentou Adiló Didomenico.

O secretário de Turismo, Enio Martins, colocou a pasta à disposição para esta união de forças para incrementar o turismo da cidade e também para manter viva a história deste povo. “Aqui, não apenas estão os afrescos do Locatelli, mas também a história da construção de Caxias do Sul. Por onde andamos sempre nos perguntam da Igreja de São Pelegrino”, reforçou. A visita contou ainda com passagem pela Casa de Memória São Pelegrino, espaço que abriga a história da paróquia e da construção da atual igreja, que teve o padre Eugênio Giordani como idealizador.

Divulgação Sabe Caxias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *