Prefeitura alerta para esgotamento de leitos de UTI e pede ajuda da população para evitar contágio da covid-19

A abertura de novos leitos tem como obstáculos a falta de espaço físico e de equipes de saúde

O esgotamento dos leitos de UTI SUS para pacientes com covid-19 e também para casos clínicos acende novo alerta. Diante de novo colapso hospitalar, a Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), solicita a colaboração da população para diminuir o contágio pelo coronavírus, especialmente evitando aglomerações no feriadão de Corpus Christi.

Ainda orienta que pessoas com sintomas busquem atendimento para diagnóstico e isolamento em caso de teste positivo. A SMS pondera que a abertura de novos leitos esbarra na falta de espaço físico e de equipes de saúde.

O prefeito Adiló Didomenico ressaltou que a principal razão para a decretação do ponto facultativo na sexta-feira é para inibir as aglomerações. Ele reforça a importância de as pessoas evitarem encontros desnecessários e respeitem os protocolos sanitário, como uso de máscara e higienização das mãos.

Na manhã desta quarta-feira (2/6), o cenário era de ocupação além da capacidade nas UTIs SUS. Os leitos para pacientes com covid-19 estão em 117% de ocupação e, os para pacientes clínicos, com 100%. A situação também é crítica nas emergências: somente no Hospital Geral (HG), 10 pacientes estão entubados no setor pela falta de acomodação em UTI.

A UPA Central, referência para casos respiratórios, está superlotada, com 11 pacientes em espera por UTI usando máscara com alto fluxo de oxigênio e um entubado. “A situação dos hospitais está se refletindo nas UPAs. A lotação de pacientes críticos nas observações das UPAs repercute nos tempos de atendimento, atrasando as consultas. Por isso, reforçamos que quem tiver sintomas leves busque uma UBS e deixe as UPAs para os casos moderados e graves. Infelizmente, estamos nos aproximando da situação que enfrentamos em março”, assinala Fabio Baldisserotto, diretor da Rede Municipal de Urgência e Emergência.

A lista de espera por UTI somava 42 pessoas nesta manhã: 18 de Caxias e nove de outros municípios aguardando leitos de UTI covid; e 11 de Caxias e quatro de outras cidades esperando leito de UTI clínico. A diretora do Departamento de Avaliação, Controle, Regulação e Auditoria (Dacra), Marguit Meneguzzi, observa que desde maio há novo aumento das solicitações de internação para tratamento de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), incluindo a covid-19. “É visível que o aumento das solicitações tem pressionado de forma sobrenatural os serviços. Os hospitais estão lotados e, consequentemente, os serviços ambulatoriais não têm conseguido acesso para internações, sejam de SRAG ou outras especialidades. Os serviços não possuem espaço físico e equipes para ampliação de leitos. Também há dificuldade na compra de medicações. O cenário é de completo esgotamento das unidades de internação”, relata.

UBS São Vicente estará aberta no feriado e no sábado

A SMS orienta que pessoas com sintomas de síndrome gripal busquem atendimento para realizar o teste de covid-19. A UBS São Vicente, que é referência para casos de síndrome gripal e suspeitos de covid-19, estará aberta no feriado de quinta-feira (3/6) e também no sábado (5/6), das 8h às 20h.

 

Divulgação Sabe Caxias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *