Comportamento: O luxo de morar em um ambiente contemporâneo com toques clássicos

O projeto Casa Sorrentino, da arquiteta e urbanista caxiense Bianca Mattana, ganhou destaque na revista Casa Vogue de fevereiro

Para imprimir charme e elegância ao ambiente as boiseries, espécies de molduras decorativas criadas na França por volta do século XVII, foram utilizadas nos espaços íntimos, como na suíte master, emoldurando as paredes e o closet – Crédito Guilherme Jordani

Um local tranquilo, integrado à natureza, que mesclasse aconchego e descontração sem perder a sofisticação, a elegância e o conforto foi o pedido do médico Victor Sorrentino e sua esposa, a empresária e digital influencer, Kamila Monteiro, para a morada deles no condomínio Terra Ville, em Porto Alegre. Propostas que foram ao encontro do trabalho realizado pela arquiteta e urbanista caxiense, Bianca Mattana. A linha de frente do Bianca Mattana Studio D’Architecture (Rua Jacob Luchesi, 2183 – Bairro Santa Catarina, Caxias do Sul) atua há oito anos no segmento e tem se destacado em suas composições.

Para contemplar uma área de mais de 800 metros quadrados, o projeto civil da casa começou a ser desenvolvido em 2016, enquanto o de interiores se iniciou em 2019. Aquele apostou no estilo neoclássico, evidenciado no frontão e pilares da fachada, com traços mais contemporâneos, ao fundo. Um dos produtos finais desse arranjo foram as esquadrias que aparecem em formato de arco no primeiro pavimento, e no segundo, com linhas mais retas e retangulares.

O planejamento de interiores, por sua vez, exigiu muita criatividade de Bianca para arquitetar mais de 15 ambientes: três suítes, escritório, lavanderia com quarto, brinquedoteca, sala de cinema, hall de entrada com piano, sótão com suíte, sala de estar, living para café, área gourmet, sala de jantar e cozinha. Com o objetivo de destacar detalhes de cada cômodo, optou-se pela utilização da madeira natural e elementos que não contrastassem com a natureza.

divulgação:

Ao mesmo tempo, o projeto revela aspectos que evidenciam a busca por manter uma unidade na Casa Sorrentino. Dentre eles, vale ressaltar as boiseries, espécies de molduras decorativas criadas na França por volta do século XVII, que imprimem charme e elegância. Elas estão representadas nas paredes das áreas sociais, onde foram aplicadas sob a alvenaria, e no mobiliário, como na cozinha, no qual nota-se um tamponamento em marcenaria, com formas mais puras; contrapondo com  a brinquedoteca, onde as mesmas são mais originais, desenhando o estilo clássico das molduras. Nos espaços íntimos a proposta pode ser vislumbrada na suíte master, emoldurando as paredes e o closet, assim como, aparecem sob a forma de um delicado papel de parede no quarto do filho do casal, o pequeno Miguel.

Os pisos também ganharam destaque. No primeiro pavimento primou-se pela utilização do mesmo revestimento em todos os ambientes, criando uma paginação que se encaixasse na modulação da planta, imprimindo simetria e direcionamento dos planos horizontais e verticais, assim como na escada. Externamente optou-se por manter o material, mas, com outra textura, para criar harmonia e, ao mesmo tempo, expor a diferença entre os espaços.

Para o segundo pavimento foi eleito um piso tradicional nos projetos clássicos: o espinha de peixe. O nome está atrelado ao fato de ser composto por pequenas lâminas de madeira, que geralmente mesclam de tonalidade devido a ser um material natural, e remetem ao aconchego; proporcionando sensação de aquecimento nos cômodos íntimos.

As principais características do projeto, de forma geral, estão relacionadas em manter a mesma linguagem nos ambientes internos e externos, bem como oferecer espaços integrados, com janelas amplas e mobiliários aconchegantes. Tons claros junto à madeira natural destacam o verde revelado pelas janelas e fazem com que a casa dialogue entre si.

Essas características, somadas à combinação de artigos de antiquário com peças do design contemporâneo brasileiro, fizeram com que o projeto Casa Sorrentino, de Bianca Mattana, fosse eleito para ilustrar a edição 425 da revista Casa Vogue deste mês de fevereiro de 2021.

Mais informações:

Bianca Mattana Studio D’Architecture

Endereço: Rua Jacob Luchesi, 2183 – Bairro Santa Catarina – Caxias do Sul, RS

Fones: (54) 3536.7642 l (54)99941.4303

bianca@biancamattana.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *