EXTRATERRESTRES NO VATICANO: Seus Arquivos Secretos Descobertos

EXTRATERRESTRES NO VATICANO:

Seus Arquivos Secretos Descobertos

O segredo está instalado no Vaticano há séculos. O maior repositório de documentos está oculto nos Arquivos Secretos do Vaticano.

Existem dezessete milhões de páginas de documentos, correspondentes a um período de doze séculos, em mais de 85 quilômetros de prateleiras.

Ao lado da Biblioteca Apostólica e ao norte da Capela Sistina, os arquivos secretos do Vaticano são sem dúvida um dos documentos históricos mais incríveis do mundo hoje.

O sigilo em torno desses escritos deu origem a múltiplas teorias da conspiração. O mais difundido é que o Vaticano conhece a existência de vida extraterrestre.

Já quando o cardeal Conrado Balducci comentou há mais de 15 anos que pelo menos sua experiência lhe dizia que a presença de seres inteligentes no Cosmos era “inevitável”, ele falava não apenas como homem da Igreja.

Ele fez isso como um exorcista reconhecido e especialista em “demonologia”, que escreveu, com o consentimento do papa João Paulo II, dois livros sobre Satanás e fez declarações públicas onde afirma que:

“Devemos enfatizar que reuniões com alienígenas NÃO são demoníacas, não são devidas a deterioração psicológica, não são um caso de posse de entidades, no entanto essas reuniões merecem ser cuidadosamente estudadas.”

“É razoável acreditar e ser capaz de afirmar que existem alienígenas”, disse ele. A existência deles não pode continuar sendo negada porque há muitas evidências sobre eles e os discos voadores. ”

Em uma entrevista, Balducci disse: “Lembre-se de um parágrafo do Novo Testamento onde o Santo Paulo se refere a Cristo como Rei do Universo e não apenas como Rei do Mundo”.

“Isso significa que todos os seres do Universo, incluindo alienígenas são reconciliáveis ​​com Deus.” Nomeado no “Pai da Honra” do Vaticano, desde 1964, Balducci é um membro oficial da família do papa.

Antes e depois, havia muitos padres que fizeram declarações públicas a esse respeito mas certamente nenhum deles tinha relevância mundial pelo menos não aquele que adquiriu as palavras de Balducci, dada sua investida proeminente.

E igualmente sugestivamente vale a pena notar aqui que os prelados que sempre mais ou menos discretamente demonstraram interesse na possibilidade de não estarmos sozinhos no universo, eram os jesuítas. A mesma prelatura do atual Papa Francisco coincidentemente.

Há muitos anos, o Vaticano instala o VATT (sigla para telescópios astronômicos e radioelétricos) em diferentes partes do mundo.

Na realidade, eles são apenas uma dúzia, espalhados pela superfície da Terra. Estranhamente e como mostra o mapa que o acompanha o localizado nos Estados Unidos é equidistante de dois dos principais lugares do folclore ufológico:

Roswell e Area 51 (onde se afirma que as forças armadas dos EUA ocultariam material de espaçonaves alienígenas sinistras, como experimentariam com “engenharia reversa”, isto é o uso de tecnologia não humana.

Como se isso não bastasse, ele financiou e co-projetou, juntamente com a NSA, o SkyHole 12, um “telescópio espacial”, gêmeo do famoso Hubble, mas diferentemente disso – promoção dechi – esse é totalmente secreto.

Tanto o Vaticano quanto a NSA – o que parece uma mistura incomum – operam em conjunto, e é conveniente saber que o SkyHole direciona suas lentes para a superfície da Terra – para obter imagens de uma proximidade incrível para fins militares e de espionagem – e para o espaço profundo

Sem dúvida, acreditamos, a NSA está interessada na primeira dessas aplicações. Para o Vaticano, qual deles lhe interessará?

Há rumores insistentes em campos científicos de que há dez anos o Vaticano tem um satélite de vigilância em órbita chamado “projeto Siloe”:

Siloe era o nome da piscina de bronze ao lado da qual Jesus colocou as mãos para “aviso prévio” em caso de aproximação de naves extraterrestres.

Nesse caso mais uma vez a realidade supera a ficção pois só podemos lembrar o SID, o satélite de vigilância da organização secreta Shadow, na série de TV britânica UFO, realizada em órbita terrestre …

No dia 12 de fevereiro, a conferência será realizada sob o título: O universo e possíveis encontros com outras civilizações.

Em 2 de março de 2020, o Vaticano permitirá que vários pesquisadores de vários países acessem informações desde o final do pontificado do Papa Pio XII, ou seja, desde o ano de 1958 até os dias atuais.

É considerado um dos mais importantes centros de coleta histórica do mundo. Possui cerca de 150 mil documentos, 650 arquivos diferentes em uma extensão de 85 quilômetros lineares de prateleiras, dos quais se diz que permitiriam conhecer 8 séculos de história.

Tudo sugere que pode haver uma abertura para a revelação da existência de vida extraterrestre no universo e possivelmente em nosso mundo. Você acha que as informações que eles revelarão irão revelar o que todos esperamos?

Assista ao programa Sabe Caxias by Bitcom na BitcomTV

– assuntos de seu interesse:

Acesse a edição do dia 06.02.2020 – pelo link abaixo.

https://www.facebook.com/bitcomtv/videos/2700715983348045/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *