Prefeito Adiló recebe representação do Sindiserv

Encontrou solicitado na quarta (06/07) durou uma hora e tratou de temas de interesse da categoria

 

Reunião Carga Horaria SindiServ – João Pedro Bressan

O prefeito Adiló Didomenico recebeu, na manhã da segunda-feira (11/07), representantes do Sindicato dos Servidores de Caxias do Sul (Sindiserv) para tratar de temas de interesse da categoria. A agenda havia sido solicitada na quarta (06/07), quando servidores estiveram na Prefeitura reivindicando ser recebidos pelo prefeito. Além do prefeito, participaram o chefe de Gabinete, Cristiano Becker; as secretárias de Governo, Grégora Fortuna dos Passos; da Saúde, Danielle Meneguzzi; e de Recursos Humanos e Logística, Daniela Reis; os secretários da Receita, Roneide Dornelles; de Gestão e Finanças, Gilmar Santa Catharina; da Segurança Pública e Proteção Social, Paulo Roberto Rosa da Silva; e a presidente da Fundação de Assistência Social, Katiane Boschetti da Silveira.

Dentre as reivindicações do sindicato estão a reposição de perdas salariais, o pagamento da trimestralidade e a nomeação de mais servidores para a saúde e educação. Gilmar Santa Catharina fez a apresentação das despesas orçamentárias e expôs que o Executivo não tem recursos para atender as demandas do sindicato. “Conheço o processo orçamentário e estamos fazendo inúmeros esforços para cortar custos para arcar com as despesas. O saldo do valor empenhado é insuficiente. Perdemos desde 2013 uma média de 34% de retorno de ICMS, cerca de R$ 150 milhões anuais. Além de outras questões que nos deixam sem caixa para conceder reajuste aos servidores”, sustentou.

O prefeito Adiló Didomenico salientou que a perspectiva de finanças do Município é preocupante em função da queda de arrecadação e de repasses da União. Mais recentemente, a redução no retorno do ICMS em função da nova política tributária. “Concordo com todas as revindicações. Não estamos escondendo nada, não tem segredo algum, não temos mais dinheiro. A situação é preocupante demais. Se tem alguém que não quer que o funcionalismo fique descontente com o governo, este alguém sou eu”, argumentou. Por solicitação do sindicato, o Executivo fará nova reunião, em agosto, para apresentação completa da situação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *