Master aumenta tecnologia e capacidade produtiva com forjaria automatizada e novo warehouse

Com investimentos de R$ 8 milhões, empresa amplia e moderniza processo de fabricação de componentes de freio, com abertura de vagas de trabalho e reforço em ações de segurança para colaboradores

Fortalecida como líder de mercado na América do Sul e avançando na estratégia de crescimento, a Master Sistemas Automotivos, controlada das Empresas Randon, passa a utilizar automação e robótica na forjaria, junto à unidade de Caxias do Sul (RS).

O novo sistema entrou em funcionamento no dia 14 de junho. As novas instalações do espaço, com 2,4 mil metros quadrados de área construída, reúnem sistemas robotizados para a fabricação de eixos S Came desenvolvidos pela RTS Industry, unidade de aceleração e desenvolvimento de automação controlada pelas Empresas Randon. O investimento, cerca de R$ 8 milhões, permitirá maior controle sobre a produção dos componentes. Ao todo, foram criados 15 novos postos de trabalho, diretos e indiretos.

Diretor da Master, Bernardo Bregoli Soares esclarece que o novo processo de automação coloca a Master em um novo patamar de conhecimento e competitividade.

Estamos investindo de forma consistente e estratégica, visando aumentar a competitividade de nossos processos. Para isso, apostamos muito na robotização de atividades de manipulação, e especialmente na forjaria. Esse fator maximiza nossos resultados de produção, com segurança e qualidade.”

Na esteira da modernização da unidade, também no dia 14 foi inaugurado o novo Sistema de Armazenagem. O warehouse semiautomático favorece a segurança no manuseio de materiais. A estrutura possui dispositivos de detecção de obstáculos e pessoas, com parada automática do equipamento em caso de necessidade, reduzindo o risco de acidentes de trabalho.

Temos um fluxo de materiais muito bem montado em nossa fábrica, e o novo warehouse melhora também as condições de segurança e ergonomia de nossos colaboradores, fatores fundamentais para evolução de nossas atividades de logística interna”, complementa Bernardo.

Divulgação Sabe Caxias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *