Cultura / Orquestra Municipal de Sopros de Caxias do Sul retoma atividades com o Concerto “Sopro de Esperança”

Os artistas farão uma apresentação carregada de sensibilidade trazendo uma mensagem positiva neste período de distanciamento

A Orquestra Municipal de Sopros de Caxias do Sul, já tem data para retomar suas atividades depois de quase um ano de suspensão causada pela pandemia da Covid-19. O grupo retorna com o Concerto “ Sopro de Esperança”, nos dias 11, 12 e 13 de setembro, às 20h, no Teatro Municipal Pedro Parenti, da Casa da Cultura.

Para prestigiar a apresentação, o ingresso é 1kg de alimento não perecível (exceto sal), que deve ser entregue no ato da retirada do bilhete na Casa da Cultura, sendo apenas dois por pessoa. Em clima de resiliência, superação e de esperança a orquestra traz um programa (repertório) que busca retratar as emoções contidas no ser humano em tempos de incertezas e dificuldades que exigem superação.

A abertura do concerto é com “Cloudburst” (aguaceiro) de Erick Whitacre (USA); a peça retrata sonoramente a agitação atmosférica que precede uma tempestade. Efeitos de chuva e de trovoadas são feitos com instrumentos convencionais não convencionais.

A segunda peça é “Rest” de Franck Ticheli (USA). Retrata o descanso de forma leve, emocionante inspirada no poema de Sara Teasdale. A terceira obra do célebre compositor francês Claude Debussy que em um momento de profunda depressão vê de sua janela o claro da lua. Terceiro movimento da Suite Bergamasque, “Claire de Lune” é uma das mais populares peças para piano.

A quarta obra, que encerra a primeira parte do concerto, é “Spring” de Johan de Meij. A peça retrata a chegada dos primeiros raios de sol da primavera na Suécia, após seis meses de inverno escuro, que chegam aos poucos, trazendo calor e alegria. Inicia num clima frio e escuro, e aos poucos se transforma em alegria, culminando num ambiente vibrante, eufórico e de muita luz.

A segunda parte do concerto é voltada à diversidade cultural, onde grandes temas universais se unem a alguns dos maiores compositores brasileiros evidenciando a música como ação capaz de unir pessoas em torno de um único sentimento de esperança e de renascimento coletivo.

Para que a atividade seja realizada com segurança, os protocolos de combate e prevenção da covid-19 serão seguidos.

Divulgação Sabe Caxias:

Primeira parte:

Erick Whitacre – Cloudburst

Frank Ticheli – Rest

Claude Debussy – Suite Bergamasque Mov. 3 – Clair de Lune

Johan de Meij – Spring

  Segunda parte:

Michael Kamen – Robin Hood Prince of Theves

Elmer Bernstein – The Magnificent Seven

Edu Lobo – Ponteio

Ivan Lins – Novo Tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *