Estado / Encontro virtual discute mitos e verdades sobre tabaco e câncer de pulmão

29/8 – Encontro virtual discute mitos e verdades sobre

tabaco e câncer de pulmão

Oncologista gaúcha Dra. Ana Gelatti será uma das participantes do encontro.

– Estima-se que até 2030 os fumantes representem 10% das mortes mundiais;

– 90% das causas da doença está no hábito de fumar;

Segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS 2019), divulgados em maio deste ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com o apoio do Ministério da Saúde, o número de fumantes teve uma queda de 51,1% para 46,6% dos entrevistados.

Ainda que seja um dado a ser comemorado, o número de mortes em decorrência do tabaco e seus produtos derivados, no Brasil, ainda corresponde a 160 mil pessoas por ano, ou seja, 443 por dia, de acordo com o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde. No mundo, esse número corresponde a cerca de oito milhões de mortes por ano. Até 2030, estima-se que o hábito de fumar seja responsável por 10% do total de mortes globais.

O tabagismo, além de ocasionar mais de 50 tipos de enfermidades, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão: os fumantes têm cerca de 20 vezes mais risco de desenvolver a doença do que não-fumantes.

Live para abordar o tema

Em comemoração ao Dia Mundial sem Tabaco, celebrado no dia 29 de agosto, os médicos do Grupo Oncoclínicas do Paraná e do Rio Grande do Sul promovem no dia 25 de agosto, às 17h, uma live para alertar a população sobre os mitos e verdades relacionados a tabagismo e câncer de pulmão. O bate-papo será com os oncologistas Ana Gelatti, de Porto Alegre, Noelle Wassano, de Curitiba, e Renato Furoni, de Londrina.

A transmissão será feita de forma simultânea nos perfis do instagram da @oncoclinicascuritiba, @oncoclinicaslondrina e @oncoclinicaspoa, de forma gratuita e sem necessidade de inscrição. No momento do evento, os participantes poderão enviar perguntas e tirar todas as dúvidas referentes ao tema.

Divulgação Sabe Caxias:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *