Dia dos Avós: neto é inspiração para atleta percorrer 1.000 km em desafio de pedal do Sesc

Aos 65 anos, o uruguaio Fernando sonha em ver o neto Enzo crescer para compartilharem uma corrida juntos

Fernando Hugo M. Oliveira – Esportista do Chuy – Desafio Sesc de Ciclismo 1 Mil km –

O uruguaio Fernando Hugo Mila Oliveira, de 65 anos, tem, há cinco anos, uma nova razão para manter a rotina de exercícios focada na saúde: o neto Enzo. O atleta pedalou os 1.000 quilômetros do 3º Desafio Sesc de Ciclismo e Corrida completado entre os meses de maio e julho:  “Eu nunca tinha tido um desafio de uma quilometragem tão grande como esta oportunizada pelo Sesc. Foquei e consegui ir bem”, diz Fernando.

O atleta fez todo o percurso com uma foto do neto de cinco anos impressa em sua garrafinha de água para manter o ânimo durante o percurso: “Tenho uma química muito grande com meu neto. É algo tanto da parte dele, quanto minha, sempre que podemos estar juntos, estamos e isso basta. Sermos avós é um dos bons motivos para viver”, emociona-se.

O gosto pela prática de exercícios tem sido passado de geração: “Minha mãe me incentivou bastante e a família é muito importante, pois um entusiasma o outro e o esporte incorporado à vida de cada um é algo muito bom”, diz o avô que já está ensinando Enzo a importância de praticar esportes e tem incentivado o pequeno a correr.

Fernando acredita que a prática esportiva ao longo da vida foi fundamental para que pudesse se recuperar de um infarto, que sofreu há alguns anos em Montevidéu. O uruguaio, que atuou como farmacêutico durante 35 anos, não ficou com nenhuma sequela e conseguiu voltar a levar uma vida normal, inclusive retomando a prática de esportes.

Além da questão da saúde proporcionada pela atividade física, Fernando destaca o bem-estar que sente: “Tanto em corrida, quanto em mountain bike, é uma sensação divina. Quando terminamos nos sentimos bem, desfrutamos das paisagens, de lugares que não conhecíamos e a possibilidade que isto dá é incrível”, avalia Fernando que também completou 56 quilômetros do Desafio Sesc de Corrida em um trajeto que passou tanto do lado brasileiro quanto do uruguaio aproveitando as paisagens de Fortaleza de Santa Tereza, Punta Del Diablo, Santa Vitória do Palmar, Balneário Hermenegildo. Para o futuro, o atleta planeja continuar a correr e pedalar para quem um dia possa participar de competições e desafios ao lado do neto.

Divulgação Sabe Caxias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *