Campanha de doação de sangue promovida pela Fundação Marcopolo ajuda a salvar cerca de 400 vidas

Colaboradores da Marcopolo, San Marino, Valeo, Apolo e Wsul fizeram mutirão para contribuir com o Banco de Sangue da cidade de Caxias do Sul/RS
Caxias do Sul, 16 de julho de 2021 – Neste período de inverno rigoroso, o Banco de Sangue de Caxias do Sul (RS) registra estoque abaixo de 60% e, com a pandemia de covid-19, o cenário foi ainda mais agravado. Como parte dos esforços para ampliar a participação de doadores e aumentar o volume dos estoques, a Fundação Marcopolo realizou uma coleta sanguínea com a participação de 94 colaboradores das empresas Marcopolo, San Marino, Valeo, Apolo e Wsul, nas dependências da entidade, entre os dias 08 e 09 de julho.
Incentivados pelo grupo Voluntários da Alegria, formado por funcionários da Marcopolo, a ação proporcionou o aumento de estoque para salvar, aproximadamente, cerca de 400 vidas. A iniciativa colabora com o projeto Corrente do Bem, que visa manter os estoques do banco de sangue sempre em níveis toleráveis, para atender às necessidades de mais de 20 hospitais da Serra Gaúcha.
“Essa é uma iniciativa que tem o objetivo de ajudar a salvar vidas e consolidar as ações sociais da entidade em prol das comunidades da região em que atuamos”, pontua Salvio Hoffmann, coordenador da Fundação Marcopolo.

Para doar sangue ao Banco de Sangue de Caxias do Sul
Agendamento: (54) 3027-8600 / (54) 9113-4710
Endereço: Ed. Centro Médico Pasteur, R. Garibaldi, 479 – Centro, Caxias do Sul
Horário de funcionamento: 7h30min às 16 horas
Site: www.bancodesangue.com.br

Para doar
O doador deve estar em boas condições de saúde, precisa evitar alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação, não fumar duas horas antes, não consumir bebidas alcoólicas em um período de 12 horas anteriores, tomar dois copos de água e, caso faça uso de medicamento contínuo, apresentar receita médica ou nome dos medicamentos.
Quem não pode doar?
Não estão aptos à doação pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos de idade, tenham evidência clínica ou laboratorial de doenças como hepatite B e C, AIDS, vírus HTLV I e II, Doença de Chagas ou malária. Estão impedidos de doação temporariamente candidatos que tenham febre ou gripe, façam uso de medicamentos específicos (a consultar), que tenham feito tatuagens ou piercings em um intervalo inferior a um ano, além de mulheres grávidas, em um período de 90 dias pós-parto normal ou até 180 dias após cesariana.

Divulgação Sabe Caxias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *