Covid-19: vacinação de pessoas com comorbidades e idosos continua na segunda-feira (31/05)

Cerca de 4 mil pessoas receberam a primeira dose neste sábado (29/05)

A primeira dose da vacina contra a covid-19 foi aplicada neste sábado (29/05) em cerca de 4 mil pessoas de 18 anos ou mais com comorbidades e idosos de 60 anos ou mais sem comorbidades. A vacinação desse mesmo público-alvo continuará a partir de segunda-feira (31/05), em 47 Unidades Básicas de Saúde (todas com exceção da São Vicente e incluindo as quatro Unidades Básicas Vacinadoras – UBVs), as mesmas que abriram neste sábado.

A partir de segunda-feira, o atendimento será das 8h às 20h nas UBSs Cruzeiro, Esplanada, Vila Ipê, Reolon, Desvio Rizzo, Eldorado e Cinquentenário e das 8h às 16h nas demais.

Estão sendo vacinadas pessoas de 18 anos ou mais com comorbidades (ver lista abaixo) e também pessoas com deficiência permanente grave nas seguintes condições: limitação motora que cause dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas (cadeirantes, amputados de membros inferiores, doenças neurológicas com sequelas motoras, sequelas de AVC…); e também cegueira ou grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com óculos (e que por isso necessitam de auxílio). Outras comorbidades contempladas com a vacina serão informadas nos próximos dias.

A Secretaria da Saúde salienta que a vacinação de quem tem 60 anos completos ou mais é contínua. Ou seja, ao completar 60 anos, o idoso deve procurar qualquer local que esteja vacinando com a primeira dose.

Todos devem apresentar documento oficial com foto, CPF e Cartão SUS (se tiver). Pessoas com comorbidades deverão apresentar, obrigatoriamente, atestado médico ou receita emitida há menos de um ano. Em alguns casos mencionados na lista abaixo, será necessário apresentar também autorização médica.

Conforme nota técnica emitida pelo Ministério da Saúde, o próximo grupo a ser incluído na vacinação é o de profissionais da educação. Nos próximos dias a SMS vai informar a dinâmica dessa etapa, que ocorrerá de forma concomitante com a atual. A previsão é de que a vacinação de pessoas de 18 a 59 anos sem comorbidades ocorra na sequência, de forma escalonada.

O agendamento da vacina para gestantes e puérperas de 18 anos ou mais também continua, por meio do site agendamento.caxias.rs.gov.br.

Serviço

 Vacinação contra a covid-19: primeira dose para pessoas com comorbidades de 18 anos ou mais e idosos de 60 anos ou mais

A partir de segunda-feira (31/05)

– UBSs Cruzeiro, Esplanada, Vila Ipê, Reolon, Desvio Rizzo, Eldorado e Cinquentenário: 8h às 20h

– Demais UBSs e UBVs: 8h às 16h

Para idosos de 60 anos ou mais sem comorbidades e pessoas de 18 anos ou mais com:

* Comorbidades (ver lista abaixo)

* Deficiência permanente grave:

– Limitação motora que cause dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas (cadeirantes, amputados de membros inferiores, doenças neurológicas com sequelas motoras, sequelas de AVC…)

– Cegueira ou grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com óculos (e que por isso necessitam de auxílio)

Obrigatório apresentar

– Documento oficial com foto, CPF, Cartão SUS (se tiver)

– Atestado médico ou receita emitida há menos de um ano (pessoas com comorbidades)*

* em alguns casos também é necessário levar autorização médica para fazer a vacina

Fotos: Cristiane Barcelos

Divulgação Sabe Caxias:

LISTA DE COMORBIDADES:

  • Diabetes mellitus

        ◦ Qualquer indivíduo com diabetes.

  • Pneumopatias crônicas

        ◦ Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica: enfisema e bronquite

        ◦ Fibrose cística

        ◦ Pneumoconioses

        ◦ Displasia broncopulmonar

        ◦ Asma grave (uso frequente de corticoide não inalatório)

  • Hipertensão arterial

        ◦ Qualquer indivíduo com hipertensão.

  • Doenças cardiovasculares

        ◦ Insuficiência cardíaca

        ◦ Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar

        ◦ Cardiopatia hipertensiva

        ◦ Síndromes coronarianas: angina pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós infarto agudo do miocárdio.

        ◦ Valvopatias – Lesões de válvulas cardíacas: estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide).

        ◦ Miocardiopatias e pericardiopatias: miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática.

        ◦ Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e fístulas arteriovenosas, aneurismas, dissecções da Aorta.

        ◦ Arritmias cardíacas: fibrilação e Flutter Atriais.

        ◦ Cardiopatia congênita no adulto.

        ◦ Pessoas com próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardiodesfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência).

  • Doença Cerebrovascular

        ◦ Acidente Vascular Cerebral Isquêmico ou Hemorrágico, Ataque Isquêmico Transitório e demência vascular.

  • Doenças neurológicas crônicas que impactam na função respiratória:

        ◦ Doença de Parkinson.

        ◦ Parkinsonismos atípicos: degeneração corticobasal, atrofia de múltiplos sistemas, paralisia supranuclear progressiva, demência de Levy.

        ◦ Epilepsias generalizadas genéticas: mioclônica progressiva, Síndrome de Dravet, Síndrome de Lennox-Gestaut (pacientes têm disfunção na deglutição, havendo um maior risco de apneia e aspiração).

        ◦ Paralisia cerebral.

        ◦ Esclerose múltipla.

        ◦ Esclerose Lateral Amiotrófica.

        ◦ Esclerose Lateral Primária.

        ◦ Atrofia Muscular Espinhal.

        ◦ Neuropatia de Charcot-Marie Tooh.

        ◦ Miopatias e Doença de Pompe.

        ◦ Distrofia de Becker.

        ◦ Distrofia Ducchene.

        ◦ Distrofia Facioescapuloumeral e demais distrofias

        ◦ Miastenia Gravis.

  • Doença Renal Crônica estágio 3 ou mais

        ◦ Taxa de filtração <60ml/min/1,73m2)

        ◦ Síndrome Nefrótica

  • Imunossuprimidos/ Imunodeficiências Primárias/ Portadores de Doenças Reumáticas Imunomediadas – DRIM.

        ◦ Artrite reumatoide, espondiloartrites, artrite psoriásica, lúpus sistêmico, síndrome de Sjogren primária, miopatias inflamatórias e vasculites). Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.

  • Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea

        ◦ (não inclui transplante de córnea): aqueles pacientes em uso de prednisona (ou equivalente) acima de 10mg/dia, pulsoterapia e/ ou ciclofosfamida. Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.

  • Pacientes oncológicos

        ◦ que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses; neoplasias hematológicas.Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.

  • Anemia falciforme

        ◦ Para anemia falciforme é necessário apresentar atestado médico, não será aceita receita. Não inclui casos de portadores de traço falciforme.

  • Obesidade mórbida

        ◦ Pessoas com Índice de Massa Corpórea (IMC) maior ou igual a 40.

  • Cirrose hepática

        ◦ Pessoas com cirrose hepática.

  • Pessoas com HIV

        ◦ Idade entre 18 e 59 anos

  • Pessoas com síndrome de down

        ◦ Idade acima de 18 anos

  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC)

        ◦ Idade acima de 18 anos.

  • Outras doenças

        ◦ S. Cushing, Lupus Eritematoso Sistêmico, Doença de Chron, Síndrome Cornélia Lange e Doença de Huntington.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *