Meu irmão…por Carla Brambilla

Nunca mais vou fazer os outros chorarem….Recebi isso da minha irmã só um pouquinho mais velha, preferida, por que a mais nova preferida tem outros talentos, e estou com o nariz entupido faz uma hora….kkkk….vou ter que tomar mais água hoje. Compartilho…

Carla Brambilla é Executiva de Contas da Rede Mais Nova em Caxias do Sul,

“MEU IRMÃO
Meu irmão se chama Luís Miguel Brambilla Júnior, nome herdado de nosso pai, um cara e tanto nosso pai, inesquecível ele, mas hoje, não vou falar dele, vou falar do meu irmão. Apelidado de Duni, adaptação de como nossa Nona Paterna o chamava:” Dunhio”, em um italiano aportuguesado de “Júnior “, ou Fufo outro apelido dado pelos amigos de meu pai, acho que pelo Nono e Nona Berzaghi , porque ele era “fofo”. (Risos) Enfim.
Miguel, Duni, Fufo, todos esses e muitos outros que existem dentro dele, tem muita história para contar. O mais inteligente da casa, nunca pegava recuperação, estava passado de ano já no terceiro bimestre, carinha de anjo, mas tinha um lado bem “Dennis O Pestinha” 😏. Inteligente, inquieto,hiperativo, inconformado. Lá nos primórdios queria ser médico, desistiu, virou cantor, adora uma banda, teve uma chamada “Porto Alérgico “, abriam os shows do Replicantes na época. Estão eternizados no livro de Katia Sumam, ex IpanemaFM.
Meu irmão é um compilado de conhecimento, pode parecer prepotência minha, mas não existe um assunto que ele desconheça, religião, história, mundo, universo, vida, morte, política, amor, e tudo o que se possa imaginar. Eu chamaria ele de “Google” ( certeza) 😊
Sempre foi curioso, e sua inquietude o faz buscar cada vez mais conhecimento, existiram épocas que lia praticamente um livro por dia. Verdade. Na nossa casa sempre amamos os livros, heranças de pai e mãe.
A vida foi passando, e ele escolheu ser Jornalista, e trabalhou em diversas rádios, sempre dando voz as coisas relevantes, ele sempre teve um talento nato, essa veia artística também herdada de nossa mãe. Recebeu convites de grandes veículos, e indicou outras pessoas, não foi, pois não conseguia se sentir no cabresto de alguém.
Liberdade é o que lhe move. Um gênio incompreendido, um profissional brilhante, fala bem, escreve melhor ainda, tem livros escritos e não publicados, temos letras de músicas feitas na infância, que daria show hoje em dia, música, letra e melodia, diga-se de passagem.
Meu irmão é um jornalista fantástico, isso não o torna um ser humano perfeito, mas não tê-lo em uma equipe é uma perda enorme, mas ele não quer né?
Duni, meu brilhante irmão, tenho o maior respeito pela tua carreira, pela tua escolha e pelo baita profissional que tu é. Meu “Google” .
Feliz Dia Do Jornalista.
Merece Infinitamente.
Te amo!
” Caca”, ” Bob Acepipes” , Carla 😊❤️”

Divulgação:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *