Dia da Mentira em outros países por Júlia Antunes Tamagno*

O 1º de abril é celebrado na maioria dos países ocidentais como o Dia da Mentira. Em países de língua inglesa, ele é chamado de April Fool’s Day, em tradução livre: O dia dos tolos (de Abril).

Existem diversas teorias que explicam o porquê de o primeiro dia do mês de abril ser considerado o dia da mentira. A mais aceita delas aconteceu na França, no século XVI. Em 1564, o então Rei da França, Carlos IX, instituiu o calendário Gregoriano – no qual o ano começa no dia primeiro de janeiro, como calendário oficial do país. Até então, o novo ano era comemorado durante uma semana, de 25 de março a 1º de abril.

Como a maioria das mudanças, essa também levou tempo para que a população se acostumasse, o que fez com que diversas pessoas ainda optassem por comemorar a chegada do ano novo na data antiga. Isso fez com que essas pessoas fossem “troladas” e “zoadas”, recebendo presentes inusitados e convites para festas no dia 1º de abril que jamais aconteceriam.

Essas trollagens, ou “pranks”, existem até hoje, e não se limitam apenas aos amigos e família: muitas instituições famosas resolveram participar das pegadinhas também! Em 1º de abril de 2005, o Google anunciou a bebida Google Gulp, que deixaria o usuário mais inteligente ao mesmo tempo em que otimizaria o mecanismo de busca. Em 2013, foi anunciado o Google Nose: uma ferramenta que permitia pesquisar por cheiros específicos. Tudo, claro, brincadeirinha.

*Docente de Idiomas – Senac Caxias do Sul

Divulgação:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *