COPA DO BRASIL! Grêmio vence o Juventude e constrói vantagem para a decisão das oitavas

Tricolor venceu o time da serra pelo placar de 1 a 0, com gol assinalado por Isaque na etapa inicial

Estreia na Copa do Brasil com o pé direito!

Na noite desta quinta-feira, na Arena, o Grêmio venceu o Juventude por 1 a 0, no jogo de ida válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

O primeiro tempo começou favorável para o Tricolor, que logo aos 8 minutos conseguiu abrir o marcador com Isaque. Apesar da pressão inicial, a partir da metade da etapa, o jogo passou a ficar mais equilibrado, com chances de ataque para os dois lados.

O ritmo seguiu o mesmo nos 45 minutos finais, sem mudanças no placar. Com o resultado, o Tricolor construiu uma vantagem para a partida de volta, que acontece no próximo dia 5 de novembro, às 21h30, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

 

Primeiro tempo

A partida iniciou equilibrada e muito disputada no meio-campo. A primeira chegada ao ataque foi gremista e surgiu aos 3 minutos, com uma tabela entre Ferreira e Pepê, mas a defesa acabou cortando. Logo em seguida, foi a vez de Matheus Henrique abrir para Diogo Barbosa, na esquerda, que recebeu e cruzou, mas a bola bateu na rede, pelo lado de fora, depois de um desvio na marcação.

Já aos 8’, pela esquerda, o Juventude chegou com Dalberto, que recebeu e cruzou para Eltinho. A defesa tirou e logo ligou contra-ataque. E foi aí que o Tricolor teve efetividade em uma combinação com Isaque e Pepê. De pé em pé, a bola chegou aos atacantes – Pepê serviu Isaque, que deu um toque de cavadinha na saída do goleiro Marcelo Carné, colocando o Grêmio na frente no marcador.

Aos 11’, quase o segundo gol gremista. Desta vez, Diogo Barbosa fez um lançamento buscando Isaque, que tentou o escorar de cabeça para Pepê, mas o goleiro adversário saiu para afastar de soco. Quatro minutos depois, os visitantes tentaram com Capixaba, que recebeu na meia direita e finalizou – a bola desviou na marcação e saiu a escanteio. Na cobrança, Igor cruzou fechado, Vanderlei segurou, mas Wellington cometeu falta sobre o arqueiro gremista.

Com 19’, o Juventude trabalhou bem pela direita. Capixaba rolou para trás, Breno bateu forte, a bola explodiu na marcação e voltou para o atacante que abriu para Dalberto. De primeira, o atacante mandou a gol, mas pegou mal e chutou para fora, para sorte gremista.

Passados 24 minutos, o Grêmio chegou novamente com um cruzamento da esquerda, feito por Diogo Barbosa, mas Marcelo Carné afastou. A bola ainda ficou viva, mas a zaga conseguiu cortar. Cinco minutos depois, de longa distância, Capixaba arrematou, mas mandou à direita da meta defendida por Vanderlei.

O Grêmio tentou criar com Pepê, que fez uma grande jogada individual, foi a linha de fundo e chutou, mas a marcação fez o corte com Bareiro, com 33’ jogados. Em seguida, Ferreira fez um lindo lance, driblando um marcador e cruzou, mas a bola foi forte demais e ficou com o time da serra.

Outra chegada com perigo feita pelo Tricolor saiu novamente dos pés de Ferreira. Ele passou por dois marcadores e chutou, mas Carné saiu bem do gol e fez grande defesa, com 39 minutos disputados.

Segundo Tempo

O Grêmio voltou igual para a etapa complementar e logo no primeiro minuto levou perigo. Pepê fez uma boa jogada no meio-campo, a bola ficou com Diogo Barbosa, que saiu em velocidade, foi quase a linha de fundo e cruzou, mas Eltinho cortou pela linha de fundo.

Com 7 minutos jogados, o Tricolor chegou com um lance de Ferreira pela direita. Ele acionou mais a frente Victor Ferraz, que foi a linha de fundo e tentou o cruzamento, mas a zaga cortou. Na jogada seguinte, os gremistas tiveram uma falta a seu favor. Da extrema direita, Diogo Barbosa colocou fechado e Marcelo Carné defendeu bem.

Já aos 15’, Ferreira foi acionado novamente na direita, tentou deslocar a marcação e cruzar, mas a defesa foi bem e bloqueou o atacante. Três minutos depois, o camisa 47 tentou com uma jogada individual, driblando um marcador e finalizando de fora da área, mas a bola saiu.

Aos 21’, depois de uma boa trama gremista, Matheus Henrique fez uma tabela com Pepê, mas não alcançou o último toque e a bola ficou com o goleiro da equipe do Ju.

Quase 30 minutos jogados, foi a vez de Geromel tentar lançar Thaciano, mas a bola saiu pela linha de fundo. Em seguida, Matheus tentou pifar Pepê já dentro da área, mas Marcelo Carné saiu do gol para defender. Já aos 31’, Thaciano fez um lançamento para Diego Souza, que tentou alcançar, mas não chegou na bola e ela ficou com o arqueiro da serra.

Aos 35’, o Juventude teve uma grande chance, quando Rafael Silva fez um cruzamento preciso para Breno, livre, dentro da pequena área. O atacante pegou embaixo da bola e mandou por sobre a meta, perdendo a chance de empatar o jogo. No minuto seguinte, o Grêmio respondeu com um chute forte de Pepê, que obrigou Marcelo a grande defesa.

Na reta final, aos 42’, Eltinho cobrou uma falta, Vanderlei saiu para a defesa e a zaga completou, afastando. Nos acréscimos, Igor cobrou uma falta da intermediária, muito perigosa – a bola bateu na rede, pelo lado de fora, com muito perigo.

Com a vitória por 1 a 0, o Tricolor construiu uma vantagem para a partida de volta, que acontece no próximo dia 5 de novembro, às 21h30, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *