Isolados: como a quarentena pode afetar as pessoas

Especialista do Senac Saúde fala sobre os impactos psicológicos do isolamento social

O ser humano é um ser extremamente social. Precisa estar na rua, em contato com outros. Principalmente o brasileiro, que gosta do calor, do abraço, do beijo no rosto ao cumprimentar. Esses tipos de atitudes vão em total desencontro às recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) neste momento de pandêmia. E esse isolamento oriundo da quarentena pode causar certos impactos na saúde mental de muitos, principalmente daqueles que já sofrem de ansiedade.

Segundo uma pesquisa publicada neste mês na The Lancet, uma revista científica do Reino Unido, que revisitou alguns números da epidemia de SARS, que surgiu em 2002, 29% das pessoas que passaram pela quarentena apresentaram sintomas de estresse pós-traumático. Já 31% tiveram depressão após o isolamento. Esses números mostram quanto o psicológico do ser humano não está preparado para ser isolado do convívio social. Para docente do Senac Saúde e pós-graduada em saúde coletiva, Roberta Tavares, o ser  humano é dependente de relações. “Nosso aspecto psicológico não está preparado para isolamentos de qualquer natureza. É a questão sobre a liberdade de escolha, controle e ir e vir. A pandemia infelizmente, nos força a permanecer em casa, mudar a rotina diária por uma questão que foge do nosso controle, acabando por controlar nossas vidas, trazendo o sentimento de descontrole sobre o querer e vontade de cada um”.

Alguns grupos sentem mais facilmente essa pressão. Pessoas que já apresentam quadros depressivos possuem maior chance de serem mais afetadas durante o isolamento social. Os idosos, por serem pessoas mais fragilizadas por viverem sozinhos mas que socializam com vizinhos, grupos de idosos, até mesmo aqueles avós que cuidam dos netos durante o dia, acabam sentindo mais os efeitos do isolamento. Para docente, o contato da família é primordial em um momento como esse e a família e os amigos próximos precisam participar, mesmo que de forma remota durante a quarentena, da vida dos idosos. “Mostrar e auxiliar a compreender a tecnologia para que possa usufruir das redes sociais, realizar atividades ocupacionais, seja artesanato, jardinagem, cozinha criativa. Manter a mente ativa, leituras, música, atividade física”.

As crianças necessitam de uma atenção especial também durante o isolamento, por serem cheios de energia, possuem a mente inquieta, criativa e percebem tudo o que acontece ao seu redor. Controlar sentimentos como pânico, medo, ansiedade em relação a pandemia e a quarentena, é algo extremamente necessário, já que as crianças absorvem tudo o que acontece no ambiente em que está inserido. As crianças que já possuem círculo social, os amiguinhos da creche, da escolinha, as professoras, sentem muito os impactos deste afastamento repentino, de forma que podem apresentar quadros de irritabilidade e depressão, pois a rotina deles foi quebrada.

Sabendo de todo esse cenário, Roberta preparou algumas dicas para cuidar da saúde mental durante os dias de isolamento:

Evite bombardeio de informações, isso aumenta a angústia, ansiedade e o pânico. É claro que precisamos estar informados, porém, não devemos ficar obcecados e cuidar com fake news;
Estabeleça uma rotina, horário para acordar, refeições, organize seu ambiente, se possível, procure fazer algum tipo de exercício físico;
Caso esteja exercendo home office, organize um espaço e horário de trabalho, procure encontrar um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal nessas horas;
Utilize a tecnologia para se aproximar das pessoas, não somente por meio de mensagens, mas faça ligações, videochamadas, cursos online;
Apesar das desvantagens da quarentena, também é um bom momento dar atenção para atividades que são deixadas de lado no dia a dia.

Após o término da quarentena, retomar as atividades do cotidiano é fundamental, mesmo que lentamente e, em casos mais sérios, procurar profissionais e grupos capacitados em transtorno de estresse pós-traumático pode ser uma opção. O importante é manter a saúde, física e mental, sempre em dia.

Assista ao programa Sabe Caxias by Bitcom na BitcomTV

– assuntos de seu interesse:

Acesse a edição do dia 30.03.2020 – pelo link abaixo.

Sabe Caxias by Bitcom – Ao Vivo – 30/03/2020

Sabe Caxias by Bitcom – Ao Vivo – 30/03/2020Assuntos de seu interesse

Posted by Bitcom TV on Monday, March 30, 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *