Gaúchos lançam app para agendamento de consultas de saúde

Com tecnologia do Vale do Silício, GoDoc conecta profissionais de saúde e pacientes sem intermediários

Propor um novo relacionamento entre profissionais da saúde e pacientes, conectando os dois de forma ágil, moderna e sem intermediários, é o objetivo do GoDoc, aplicativo gratuito que acaba de chegar às plataformas IOS e Android. Criado pelos sócios gaúchos Igor Bernard e Rafael Nikolay com tecnologia de ponta do Vale do Silício, nos EUA, onde a empresa mantém uma sede focada no desenvolvimento do produto, o app é o primeiro do tipo a ser produzido no Estado, e permite que o próprio profissional de saúde administre sua agenda, com dias e horários nos quais deseja atender aos pacientes, gerando independência e autonomia para médicos, nutricionistas, dentistas e psicólogos, entre outros profissionais da área de saúde. Já o paciente terá à disposição tecnologias que incluem a geolocalização e inteligência artificial para selecionar os profissionais mais indicados para atender as suas necessidades.

“Nossa intenção é apresentar ao mercado um produto que possa revolucionar o acesso à saúde para milhares de pessoas, que até agora precisam optar entre plano de saúde e o atendimento na rede pública ou privada. Oferecemos uma nova forma de conexão entre um profissional que deseja oferecer seu serviço de saúde, e uma pessoa que busca essa especialidade”, afirma Igor Bernard, CEO da empresa, que possui ainda um sede na cidade de Taquara, no Vale do Sinos, de onde planejam o lançamento escalonado do GoDoc.

Inicialmente, o fomento de cadastro de profissionais se dará no Rio Grande do Sul, mas o projeto é colocar a ferramenta disponível para todo o Brasil ainda nos próximos meses, focando em municípios com mais de 50 mil habitantes, o que projeta a abrangência do GoDoc para cerca de 600 cidades brasileiras. A estimativa de desempenho do app é chegar a 40 mil consultas por mês no Rio Grande do Sul até dezembro de 2018, e 130 mil consultas por mês no Brasil até o final de 2019.

Tecnologia e segurança 

 A opção de projetar o aplicativo a partir de tecnologias internacionais, oriundas de Israel e especialmente as desenvolvidas no Vale do Silício, onde a GoDoc mantém seu desenvolvedor de produto, tem como objetivo qualificar o produto como uma ferramenta preparada para o mercado global. A estratégia contempla uma versão em inglês do app, que estará disponível no mercado norte-americano juntamente com a versão brasileira, e será adaptado às necessidades da realidade de saúde dos EUA.

E para conquistar o público, foram utilizadas as tecnologias mais modernas disponíveis e que seguem as melhores práticas de desenvolvimento, como a entrega contínua, que atualiza o app sem interromper seu funcionamento, e o crowdsourcing testing, que testa a usabilidade do GoDoc em diferentes aparelhos e sistemas operacionais continuadamente, o que padroniza a sua experiência em dispositivos de públicos específicos. O GoDoc também lança mão de um tripé formado pelo sistema bot, machine learning e inteligência artificial para gerar a comunicação personalizada com cada usuário através de mensagens de texto que falam a “língua” de cada pessoa, aprimorando sua experiência e fidelizando o público.

Outro aspecto que ganha atenção é a segurança dos dados de seus usuários. Para proteger as informações cadastrais trocadas entre os pacientes e profissionais de saúde, o GoDoc segue guias internacionais de privacidade e armazenamento de acordo com o padrão PCI, uma das maiores certificações de segurança do mundo. Além disso, o termo de uso do aplicativo deixa claro o destino dos dados e contempla o esclarecimento de toda a operação e condições legais para os profissionais e usuários.

Valor e público-alvo

 O valor da consulta é pré-estabelecido pelo aplicativo, e difere entre tipos de atendimento e especialidades médicas, por exemplo. Porém, o preço mantém como norteador valores mais acessíveis do que os cobrados em consultas particulares. O público-alvo do GoDoc é composto por pessoas que não possuem planos de saúde ou cujos planos não cobrem determinadas especialidades, como psicologia ou odontologia. Já entre os profissionais de saúde, a plataforma configura-se como uma alternativa contemporânea para oferecer seus serviços. O pagamento ao profissional e saúde é realizado de forma única em todas as quartas-feiras subsequentes aos atendimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *