ALIMENTAÇÃO PARA UMA VIDA SAUDÁVEL – por Elenice Paris – Nutricionista

Elenice Paris – Nutricionista “O que antigamente era sinônimo de saúde e riqueza, diante da escassez de alimentos, hoje é considerado falta de cuidado com a saúde.”

Muitas pessoas procuram, diariamente, nutrólogos e nutricionistas com o objetivo recorrente de reduzir peso. O que antigamente era sinônimo de saúde e riqueza, diante da escassez de alimentos, hoje é considerado falta de cuidado com a saúde.

Não raro, as dietas alcançam resultados limitados, ou seja, redução de alguns quilinhos indesejados por um espeço de tempo que logo dá lugar ao chamado “efeito sanfona”, onde o peso ideal aparece e desaparece na balança e, de pronto, colocamos em dúvida o trabalho do profissional que está nos orientando.

O que poucas pessoas sabem é que dietas, salvo raras exceções, não são sustentadas a longo prazo, os efeitos podem ser quase que imediatos, porém sua manutenção é mais difícil, especialmente se a dieta for muito restritiva. O objetivo maior de uma dieta, no meu entendimento, deve ser o ponta pé inicial de uma mudança de hábitos alimentares.

Com uma vida profissional mais agitada, grande parte da população abandonou a deliciosa comida da vovó preparada em casa, para ceder espaço aos alimentos industrializados e fast foods.

Cercados por alimentos tentadores, nós comemos demais, consumindo mais calorias do que podemos queimar, e o excesso é depositado como gordura. A solução é substituir o alto consumo de carboidratos refinados – salgadinhos, biscoitos, bolos, refrigerantes, arroz e pão branco – por carboidratos complexos como grãos e sementes como quinoa, amaranto, centeio, linhaça, aveia, arroz e massa integral.

Também é importante a ingestão diária de frutas oleaginosas como nozes, amêndoas, amendoins, castanhas e pistaches, uma vez que grande parte da gordura presente é do tipo insaturada, especialmente as monoinsaturadas, que ajudam a prevenir doenças do coração, contribuindo para a redução do colesterol LDL e aumento do colesterol HDL, conhecidos como “mau” e “bom” colesterol, respectivamente, além de serem ricas em vitamina E, ácido fólico, magnésio, cobre, proteína e fibras.

Uma alimentação adequada e saudável precisa ser balanceada, deve priorizar os alimentos in natura e minimamente processados e limitar o consumo de alimentos ultraprocessados.

Assim, quando os hábitos alimentares saudáveis se somam à prática de exercício físico, horas de sono suficiente e não se submeter ao estresse, inevitavelmente você obterá a tão desejada redução de peso que vem acompanhada de ganho de energia, pele mais bonita, equilíbrio hormonal e uma auto estima elevada.

publicidade:

Ecco Grão – Comércio de Grãos

Posted by Sabe Caxias on Wednesday, July 25, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *