Uso indevido de antibióticos preocupa profissionais da saúde

Docente do Senac Caxias dá dicas de como utilizar corretamente o medicamento

 

Sabe quando bate uma dorzinha e, na correria do dia a dia, ao invés de consultar um profissional da saúde, você faz uso daquele antibiótico que funcionou da outra vez? Se você se identificou com esta situação, atente para esta estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS): até 2050, 10 milhões de pessoas morrerão por uso excessivo e descontrolado de antibióticos. A docente do Senac Caxias do Sul, Andressa Marques, explica que uso indiscriminado do medicamento leva a chamada resistência microbiana e o desenvolvimento de bactérias cada vez mais potentes – as chamadas superbactérias, que provocam infecções graves e difíceis de serem curadas, transformando este quadro em um  problema de saúde pública.

 

Esta situação tem preocupado os órgãos de saúde, de modo que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já emitiu alerta para o uso incorreto dos medicamentos. Para não agravar este problema, algumas medidas devem ser tomadas em relação ao uso dos antibióticos. Andressa indica quais os principais cuidados que qualquer pessoa pode aderir a sua rotina para não contribuir com o avanço de bactérias resistentes:

 

1- Uso de antibioticoterapia somente com prescrição médica;

2- Faça o tratamento completo indicado pelo médico, não interrompendo o uso da medicação mesmo que apresente melhora dos sintomas;

3- Não aceite antibiótico de outras pessoas. O que fez bem para ela pode não fazer para você;

4- Não forneça antibiótico para outras pessoas;

5- Nunca use antibióticos que eventualmente sobraram de tratamentos anteriores;

6- Hábitos simples como lavar as mãos com frequência, evitam infecções;

7- Mantenha o calendário vacinal em dia;

8- Evite contato com pessoas doentes e caso ocorra higienize as mãos ou faça uso de álcool gel.

publicidade:

Embalagens Econômicas MaduQuimica

Posted by Sabe Caxias on Tuesday, March 27, 2018

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *