Programa UBS+ é alternativa da Secretaria da Saúde para reposição imediata de médicos

Iniciativa da administração não foi aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde
A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) esclarece que algumas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão com uma oferta menor de atendimentos à população. Esse é um problema histórico no Município, comum nos meses de janeiro e fevereiro, devido ao período de férias. Além disso, ainda acontecem outros afastamentos imprevistos, como os decorrentes de Licença Saúde, por exemplo. A alternativa apresentada pela administração municipal foi a implantação do Programa UBS+, que prevê o fortalecimento da Rede Básica de Saúde, mas a proposta não foi aprovada na íntegra pelo Conselho Municipal de Saúde.
Fruto de um minucioso trabalho, o programa UBS+ tem o objetivo de realocar o265 profissionais do Pronto Atendimento 24 horas (PA 24 Horas) para reforçar as equipes das 48 UBSs de Caxias do Sul. De acordo com a SMS, a proposta prevê um aumento substancial nas equipes das unidades, solucionando diversos problemas e fortalecendo a rede básica de saúde, em conformidade com as diretrizes do SUS.
Com a gestão compartilhada do Pronto Atendimento 24 Horas, garantiríamos o atendimento de urgência e emergência e ainda poderíamos reforçar as UBSs com a transferência dos profissionais que hoje atuam no PA 24H. Teríamos equipes suficientes para atender a demanda, cobrir os afastamentos dos servidores e ainda fortalecer as ações de saúde nos territórios locais, mas infelizmente a proposta, como apresentada, não teve a aprovação do Conselho”, lamenta.
Deysi espera que o Conselho reverta essa decisão. “A administração acredita que o Conselho Municipal de Saúde possa se sensibilizar e entender a importância deste programa, que poderá solucionar um problema histórico da população, e que aprove o UBS+ para Caxias do Sul”.Médicos pediatras
Para se ter uma ideia do impacto positivo que o Programa UBS+ traria para a saúde pública de Caxias do Sul, Deysi conta que,atualmente, 23 pediatras atuam no PA 24H, enquanto nove UBSs carecem de médicos desta especialidade no momento, seja por Licença Saúde, Licença Maternidade, férias ou desligamento.
De qualquer forma, a secretária reforça que a população das unidades básicas não está desassistida, já que, nesta época do ano, a demanda das UBSs também é menor, devido ao clima quente e às férias escolares. Além disso, em casos de urgência e emergência, a orientação é buscar o PA 24 Horas e a UPA Zona Norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *