Otimismo – «Só os lobos caem em armadilhas para lobos.» – por Miguel Brambilla

euEm tempos de LAVA JATO, muita gente quer ir embora do Brasil de “mala e cuia”. Fuga geográfica, por que todos os países tem problemas e os pessoais vão junto, principalmente o hábito de fugir deles. Apesar das aparências apresentarem quadros políticos profundamente tétricos, o que acaba inevitavelmente e de maneira óbvia refletindo na questão econômica, o país é formado por uma maioria séria. Ricos ou pobres ainda acreditam no Brasil. Não há um desespero em massa das ruas, apesar da tristeza e a decepção com tanta corrupção. Muitas empresas estão se reajustando e o mar de desempregados, mesmo que sofrendo, acabará encontrando novos nichos de sobrevivência, por que o brasileiro é forte e não desiste nunca e ainda acredita na gambiarra nacional.
Os índices de criminalidade já existiam antes da derrocada política, os baixos salários e a pobreza vinham mascarados pelos “bolsa tudo” dos governos assistencialistas e populistas dos partidos que comandaram a nação nos últimos anos…PT, PSDB e PMDB, os maiores até agora. As empresas que fecharam por quebra, ficarão como experiência na mente de seus empreendedores e os bons recomeçarão e é certo que darão a volta por cima.
O Brasil vai mudar para melhor, mesmo que o fundo de poço ainda não tenha chegado, falando na questão política. Nunca se entendeu tanto deste assunto como atualmente. Se o brasileiro aprender a protestar e discutir política como entende de futebol, logo seremos campeões do mundo em termos de democracia e transformação social.

Não houve golpe, Temer está caindo. Diferente da Dilma, diferente do Collor, diferente de quem vier há cair no futuro, mas está caindo. Pensou em se consagrar como reformista e vai ficar na história como corrupto e golpista. Mas a sociedade ainda sobrevive.

É preciso que os brasileiros coloquem na pauta de seu dia a dia as questões políticas, em todas as suas instâncias. A corrupção começa as vezes na eleição do presidente do bairro, que pensa em ser vereador e seguir carreira para ganhar fama, dinheiro e poder e pouco pensa realmente nos interesses coletivos de mudança e melhorias sociais.
A cultura de transformação está mudando o Brasil. Quando se quer realmente, se consegue. Não se trata de uns contra os outros. Todos são brasileiros. Trata-se de honestidade x vale tudo. Trata-se de ética x corrupção. Trata-se do futuro da nação é certo, mas principalmente do presente que merece ação dos brasileiros lúcidos, fortes e honestos, que não venderam sua dignidade em troca de propina.

Continuar o otimismo é essencial neste momento de depuração. Não são perfeitos os agentes da polícia, da justiça, de qualquer instância. Precisam de apoio e fiscalização da sociedade, como tudo que é público. Em breve, os inocentes estarão livres desta matilha de cidadãos sugadores da dignidade, da ética e da moral nacional. Uma frase de Jesus, simples e óbvia, resume os fatos atuais, os “esperneios” e as “politicagens” para definir o perfil dos caídos nas mãos da LAVA JATO. “Só os lobos caem em armadilhas para lobos.” Ainda bem. Ou não?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *