UCS promove seminário “Baleia Azul: da banalização da violência ao suicídio”

Discutir, sob o viés das Ciências Humanas, os eventos relacionados ao jogo Baleia Azul e suas repercussões, que vão da mutilação pessoal ao suicídio e homicídio, passando pelos impactos familiares e educacionais é o objetivo do seminário “Baleia Azul: da banalização da violência ao suicídio”, que acontece na Universidade de Caxias do Sul, no dia 10 de maio.

O jogo tem preocupado a Polícia Federal e influenciadores digitais, pois estimula adolescentes, por meio de redes sociais, a realizarem tarefas que vão desde assistir filmes de terror à automutilação e até suicídio.

A imagem de uma baleia azul é utilizada como código e é enviada a adolescentes selecionados em grupos fechados do Facebook. Na sequência, um curador, como é chamado o administrador das tarefas, passa ao jovem 50 missões em diferentes níveis de dificuldade. A última tarefa: o suicídio.

Quando o desafio virou assunto na internet e todos comentavam sobre ele, muitas pessoas levantaram a hipótese do jogo ser uma farsa. A psicóloga Maria Elisa Fontana Carpena, professora do curso de Psicologia da UCS, afirma que tratar o desafio como uma farsa é uma irresponsabilidade. O assunto é grave e deve ser debatido entre pais, jovens e educadores.

A psicóloga enfatiza que mesmo que o jogo fosse uma fraude, o adolescente tende a ser influenciado por “modismos”. “Para que possamos auxiliá-lo nessa etapa tão complicada da vida, é necessário oportunizar reflexões e críticas sobre acontecimentos como esse. Escutar o que o jovem tem a dizer é muito importante”, diz.

Maria Elisa afirma que, atualmente, doenças como depressão e ansiedade são frequentes entre os adolescentes, pois vive-se em uma era do “descartável”, com grande enfoque no individualismo. Os sentimentos de pertença acabam sendo buscados em locais e situações perigosas, por isso o Desafio como o da Baleia Azul acabam ganhando adeptos.

O seminário – com inscrições gratuitas e que podem ser feitas no site www.ucs.br, no link Eventos – será realizado às 19h30min, na sala 305 do Bloco E, no Campus-Sede, com a participação das psicólogas Maria Elisa Carpena e Renata Sassi.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *