Procon Caxias do Sul dá dicas para a compra de materiais escolares

Órgão também compara preços entre produtos e lojas da cidade

Depois das dicas para as compras do período pós-Natal, divulgadas na última quinta-feira (05/01), o Procon Caxias do Sul, por meio de uma medida complementar, realizou uma pesquisa de campo para verificar as diferenças e variações de preços entre uma mesma livraria e em relação com as demais.

Seguem, abaixo, orientações para a compra. Em anexo, é encaminhado o resultado da pesquisa, indicando variações de preços entre produtos e lojas – o que justifica a necessidade de pesquisa por parte do consumidor.

1– Conversa prévia entre pais e filhos:

– Explicar a situação financeira da família;

– Fixar um orçamento limite para as compras;

– No máximo, estabelecer um ou dois itens a gosto da criança ou do adolescente, mas com critério;

– Reaproveitar material do ano anterior ou de irmão para irmão.

As compras de material escolar podem proporcionar um belo exercício financeiro às crianças e adolescentes.

2 – Fale com a vizinha ou vizinho para efetuar uma compra coletiva, com mais desconto.

3 – Pesquise, e muito (caso de pretenda pagar menos), mas fique atento à qualidade do produto e aos produtos de marcas, mais caros.

4 – Verificar percentuais de descontos quando pago à vista ou em dinheiro, ou no crédito por cartão, carnê ou cheque pré-datado.

5 – Desde fevereiro de 2015, alguns produtos são certificados pelo INMETRO. Evite, portanto, comprar material escolar no comércio informal, pois se tratam de produtos com procedência duvidosa, com maior risco à criança ou adolescente.

6 – Certos materiais, como colas, tintas, pincéis atômicos, fitas adesivas e outros, devem conter informações em língua portuguesa, a descrever a composição, condição de armazenagem, prazo de validade e quais riscos apresentam.

7 – A lista de materiais da escola não pode conter materiais de uso coletivo, como itens de higiene e limpeza ou taxas de água, luz e telefone, conforme a Lei n° 12.886/2013.

8 – Compras virtuais: prazo de até sete dias para arrependimento do recebimento ou da assinatura do contrato.

Dúvidas e orientações podem ser obtidas junto ao fone 151 ou, presencialmente, na Rua Visconde de Pelotas, 449. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 10 às 15 horas, sem fechar ao meio-dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *