Os efeitos do tabagismo aos dentes -artigo por Ro Dallagnol

*Por Ro Dallagnol

 

Neste 31 de maio é lembrado o Dia Mundial de Luta contra o Tabaco. O cigarro, é responsável por 50 doenças diferentes, entre elas as cardiovasculares, câncer e doenças respiratórias obstrutivas crônicas. Conforme dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer), a cada 10 segundos um fumante morre no mundo e o fumo reduz em média oito anos de vida de uma pessoa.

Sobre os malefícios do tabagismo, um dos efeitos negativos menosprezados, mas tão importante quanto, é o prejuízo aos dentes. A fumaça e o calor vindos do cigarro, ressecam a boca, diminuem a saliva e atuam negativamente sobre os anticorpos bucais. O tabagismo também favorece as doenças da gengiva. A nicotina e o alcatrão penetram no esmalte. Com isso, os dentes ficam ásperos e a menor salivação acentua a formação de tártaro, e este último – provoca a perda óssea e a perda dentária. A condição da boca do fumante é favorável à cárie e o mau hálito. Outro efeito da toxicidade do cigarro na boca é a redução das bactérias “boas” que habitam a região. Com o equilíbrio bacteriano natural da boca, as bactérias “ruins” aumentam e favorecem o mau odor.

Das cerca de 4,7 mil substâncias presentes no cigarro, o principal vilão à dentição é o alcatrão. A substância gera manchas nos dentes afetando fortemente a qualidade do sorriso. As altas temperaturas que chegam na fumaça à boca em 70º, podem trincar os dentes. A combinação do hábito de fumar com a ingestão de bebidas geladas levam à rachaduras dentárias que podem ser sérias.

Outra conduta comum aos fumantes, é manter o cigarro na boca mesmo sem tragar a fumaça, ação que potencializa o poder destrutivo do cigarro à boca.

Se todas as doenças já conhecidas provocadas ou relacionadas diretamente com o fumo não foram ainda suficientes para convencer sobre a necessidade de evitar ao máximo o tabagismo, quem sabe tomar conhecimento sobre os efeitos do cigarro aos dentes, também possam contribuir para a tomada de decisão de parar ou nunca começar a fumar.

 

*Ro Dallagnol é cirurgiã dentista. Formada pela UFPel, exerce a profissão há 27 anos, tem ainda especialização em endodontia e participa de grupos de estudo nas áreas de terapias complementares e filosofia. Atua em Caxias do Sul e busca oferecer uma proposta de atendimento humanizado e integral.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *