“Mobilidade urbana depende também de maior consciência das pessoas”

Ribeiro e SbaboEm reunião-almoço na CIC, diretor-superintendente da Visate, Fernando Ribeiro, defendeu prioridade para circulação de ônibus
como forma de melhorar constantemente a qualidade dos serviços

Atender, com qualidade e pontualidade, os aproximadamente 145 mil usuários em seis mil horários/dia, é um desafio para a Visate, concessionária do serviço do transporte coletivo em Caxias do Sul. O início das operações da primeira fase do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM Caxias), cuja data será anunciada nessa terça-feira (15), pelo prefeito Alceu Barbosa Velho, deve melhorar a mobilidade, qualificando o transporte coletivo e aumentando a integração com pedestres e ciclistas. É o que acredita o diretor-superintendente da Visate, Fernando Ribeiro, palestrante da reunião-almoço na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) desta segunda-feira (14). Ele falou sobre mobilidade urbana em evento comemorativo aos 30 anos da Visate. “Precisamos despertar nas pessoas, especialmente numa cidade vanguarda como Caxias do Sul, a consciência de que existem outras possibilidades de meios de transporte, além do automóvel”, ponderou Ribeiro.

O empresário mencionou diferentes exemplos de transporte público ao redor do mundo, com ênfase em cidades como Nova Iorque, Londres, Lisboa e Bogotá, e salientou que dois pontos são cruciais quando o assunto é a qualidade do serviço: infraestrutura adequada, com mais prioridade para a circulação de ônibus, e gestão competente. “Só teremos maior regularidade em relação à pontualidade quando tivermos um pouco mais de prioridade nas vias em que circula o transporte coletivo”, afirmou.

Ribeiro enfatizou que soluções inteligentes de engenharia podem melhorar, e muito, a qualidade do sistema de transporte público, resolvendo antigos problemas. Citou como exemplo a recém-inaugurada rotatória Valter Gomes Pinto, de acesso aos Pavilhões da Festa da Uva, e as obras físicas e regras de circulação do SIM Caxias. Em sua opinião, o futuro exigirá prioridade ao transporte coletivo, com alternativas que venham a complementá-lo, trazendo a agilidade e a eficiência necessárias para que mais pessoas se sintam estimuladas a mudar seus hábitos e adotem o transporte público como meio para seus deslocamentos.

O diretor-superintendente da Visate sugeriu que os participantes da reunião-almoço experimentem o novo sistema. Para tanto, anunciou que todos seriam presenteados ao final do evento com um vale-transporte. “Temos a melhor frota do Brasil. Nós usamos os melhores ônibus fabricados pela Marcopolo. Vocês poderão ver e sentir que temos qualidade no transporte coletivo e então poderão falar dele com conhecimento de causa. Testem o transporte público; quanto mais pessoas vierem para o sistema, mais Caxias do Sul andará para frente e melhor construiremos uma cidade para a nossa gente”, alegou Fernando Ribeiro.

Questões como a política de gratuidade do transporte público e as tarifas também foram abordadas pelo empresário. Segundo Ribeiro, diante dos altos custos do setor, equalizar o preço e a qualidade do serviço é um desafio constante.

O presidente da CIC, Nelson Sbabo, saudou a trajetória da Visate, lembrando o início das suas atividades em Caxias do Sul e sua evolução nos últimos 30 anos. Ao final, Sbabo entregou a Fernando Ribeiro uma placa em homenagem ao aniversário da empresa.

Foto: Gilmar Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *