Audiência de mediação entre Sindicato e Robertshaw será retomada no dia 26 Seguimento das tratativas depende do resultado da reunião com ministro

TRTNa tarde desta quinta-feira (11), o Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul compareceu à 1ª audiência de mediação com a Robertshaw, no Tribunal Regional do Trabalho – TRT -, em Porto Alegre. A empresa encerrou suas atividades no dia 28 de janeiro, quando os trabalhadores retornaram de férias e encontraram os portões fechados, e o Sindicato está tentando reverter a situação e exigindo que a empresa esclareça os motivos do fechamento da unidade na cidade. “Nós queremos reverter esta saída da empresa, ou pelo menos amenizar a situação de prejuízos aos trabalhadores”, declarou Assis Melo,  presidente do Sindicato.

 

Assis questionou sobre os benefícios governamentais que a empresa recebeu e que resultou na mudança da produção para Manaus. O presidente do Sindicato sinalizou que há contradições no que a empresa diz e os dados apurados pelo Sindicato sobre as razões do fechamento.

 

Por parte da empresa, não houve esclarecimentos e nenhuma proposta indenizatória diferente do que já foi oferecido (50% de um salário e dois meses de assistência médica).

 

Para dar seguimento a mediação, o juiz entendeu que deveria esperar pelo resultado da reunião em que a empresa foi intimada a dar esclarecimentos ao ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro.

 

Essa nova audiência foi marcada para o dia 26 de fevereiro. Conforme agendado, uma assembleia será realizada nesta sexta-feira (12), às 7 horas, em frente a empresa, para posicionar os trabalhadores sobre a situação até o momento. E, na segunda-feira (15), haverá uma assembleia geral com os trabalhadores, às 10 horas, na sede central do Sindicato, com o intuito de posicionar os trabalhadores e também ouvi-los sobre o que já foi tratado e os próximos passos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *