Inter vence Zequinha nos pênaltis e é campeão da Recopa Gaúcha

galeria_foto_5083f7149b3dc13915b3561e1f709bfcO Internacional conquistou o seu primeiro título na temporada 2016! O Colorado enfrentou o São José-POA no Estádio Passo D’Areia, na noite desta quarta-feira, em jogo válido pela segunda rodada do Gauchão Ipiranga e que também valeu a taça da Recopa Gaúcha, por colocar frente a frente os atuais campeões do campeonato estadual e da Super Copa Gaúcha.

Depois do empate sem gols no tempo normal, o Clube do Povo venceu por 3 a 2 nas cobranças de pênalti, garantido o inédito título! No sábado (6/2), às 17h, o Inter enfrenta o Ypiranga, no Beira-Rio, em jogo adiado da primeira rodada.

Despedida vitoriosa de D’Ale

Horas depois de anunciar sua saída do Inter, D’Alessandro foi a campo para fazer a sua despedida, nesta que foi a 341ª partida. Já no aquecimento pré-jogo, a torcida colorada entoou a plenos pulmões o nome do argentino, que retribuiu com acenos para a arquibancada. Antes de ser substituído por Alex, aos 35 minutos do segundo tempo, ele acertou um chute no travessão. Ao final das cobranças de pênalti, muito emocionado, D’Ale deu uma volta no gramado e foi ovacionado pelos torcedores. Para finalizar este dia marcante na sua vida, repetiu pela décima vez um gesto que foi corriqueiro na sua passagem pelo Inter: ergueu mais uma taça para o Clube!


D’Alessandro saiu de cena comemorando mais um título

Empate no tempo normal

Logo nos primeiros movimentos, ficou clara a dinâmica diferenciada provocada pelo gramado sintético: a bola corria e quicava mais no piso duro, deixando o jogo em ritmo acelerado, porém muito concentrado no meio-campo e com raras finalizações. A primeira chance foi do time da casa, aos 12min, em chute de longa distância de Diego Torres que passou perto do travessão. Aos 27min, Rafinha concluiu, com perigo, à direita do gol defendido por Alisson.

Aos 31min, o Inter teve grande chance de abrir o placar: D’Alessandro fez passe na medida para Vitinho chutar rente à trave direita. No entanto, a arbitragem já assinalava impedimento. Aos 43min, Everton cabeceou por cima do gol colorado após cobrança de falta. No último lance do primeiro tempo, William chutou cruzado e a bola raspou o travessão do Zequinha.

No intervalo, Argel promoveu uma alteração, colocando Bruno Baio na vaga de Sasha. A primeira tentativa da etapa final foi do São José-POA: Heliardo recebeu na entrada da área e seu chute acertou a parte externa da rede. Depois disso, foi o Inter que teve mais iniciativa e criou as melhores chances.

Aos 10min, Vitinho finalizou nas mãos do goleiro Fábio. Aos 19min, faltou pouco para D’Alessandro marcar mais um gol pelo Inter – o chute colocado de fora da área acertou o travessão! Aos 30min, Paulão soltou uma bomba e o goleiro do Zequinha fez grande defesa, evitando o gol. No minuto seguinte, Fábio fez outra intervenção salvadora, ao evitar que o chute de Anderson, da marca penal, entrasse. Aos 41min, Artur quase surpreendeu em chute da ponta esquerda. Aos 45min, Alex alçou na área em cobrança de falta e Paulão desviou para fora.


Alisson defendeu pênalti que garantiu título inédito

Nos pênaltis, Inter fica com título

Com a igualdade nos 90 minutos, o título da Recopa Gaúcha foi decidido nos pênaltis. Alex e Heliardo erraram as primeiras cobranças. Vitinho fez 1 a 0 e Alisson defendeu a tentativa de Eduardo Torres. O goleiro Alisson bateu o terceiro tiro para fora e Éverton converteu para o Zequinha: 1 a 1. Na quarta cobrança, Paulão deixou o Inter em vantagem: 2 a 1. Deivid igualou na sequência para o adversário. Marquinhos converteu sua cobrança e Alisson defendeu a do seu companheiro de posição, Fábio. Placar final: 3 a 2 para o Inter e título inédito garantido!

Ficha técnica:

Internacional (0)(3): Alisson; William, Paulão, Réver e Artur; Rodrigo Dourado, Fernando Bob, Anderson (Marquinhos, aos 33min do 2º tempo) e D’Alessandro (Alex, aos 35min do 2º tempo); Vitinho e Sasha (Bruno Baio, no intervalo). Técnico: Argel.

São José-POA (0)(2): Fábio; Bindé, Cláudinho, Everton e Deivid; Alberto (Cleylton), Fred, Diego Torres e Rafinha (Clayton); Jô (Guilherme) e Heliardo. Técnico: China Balbino.

Cartões amarelos: D’Alessandro (I); Alberto, Jô, Bindé, Deivid (SJ).

Arbitragem: Márcio Coruja, auxiliado por Leirson Martins e Antonio João do Prado.

Local: Passo D’Areia, em Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *