Feira da Aprendizagem Profissional ocorre em Caxias do Sul no final de novembro

Mais de 3 mil aprendizes, autoridades e visitantes são esperados, nos dias 28 e 29 de novembro de 2019, no Centro de Eventos Festa da Uva

 

O Fórum de Aprendizagem Profissional da Serra Gaúcha promove, nos dias 28 e 29 de novembro de 2019, a Feira da Aprendizagem Profissional. Um público formado por cerca de 3 mil aprendizes, autoridades e visitantes é esperado no Centro de Eventos da Festa da Uva (Rua Ludovico Cavinatto, 1431, bairro Nossa Senhora da Saúde), em Caxias do Sul/RS. Também marcarão presença instituições formadoras e empresas que atendem aos requisitos da lei 10.097/2000 (Lei do Jovem Aprendiz).

Ao longo da programação, os jovens mostrarão experiências e conhecimentos obtidos no decorrer do Programa Jovem Aprendiz. As entidades formadoras e apoiadoras também mostrarão seu trabalho com os aprendizes e a atuação na cidade ou na região do ponto de vista econômico e social.

Coordenadora da Aprendizagem/RS e auditora fiscal do Trabalho, Denise Brambilla González convida os moradores de Caxias do Sul e cidades vizinhas a visitarem a feira e conferirem a potencialidade dos jovens aprendizes. Ela também busca sensibilizar o empresariado a abraçar a proposta de abrir cotas para atender à chamada Lei da Aprendizagem.

Um dos objetivos da Feira da Aprendizagem Profissional, informa a auditora, é mobilizar o empresariado em relação à eficiência da Aprendizagem Profissional (AP) enquanto política pública de inserção no mercado de trabalho. “Por meio da Feira, pretendemos também chamar a atenção do poder público no sentido de que pode formatar leis que adotem a AP em seus espaços. Precisamos, ainda, dar conhecimento aos jovens e às suas famílias de que AP é para todos que desejarem se qualificar e ingressar no mercado de trabalho dos 14 aos 24 anos”, ressalta Denise.

No entendimento da auditora, a capacidade de vagas para a juventude pode ir muito além do que se encontra em vigor. Na esfera nacional, o potencial, em seu mínimo de 5%, seria de aproximadamente de 1 milhão de aprendizes. Entretanto, estão contratados 50% desse número. Em Caxias do Sul, existem atualmente cerca de 3 mil aprendizes contratados. O maior percentual está na indústria, seguida pelo comércio e serviços, transportes, rurais e cooperativas.

Dentro do que estabelece a lei, em Caxias do Sul, ainda faltariam 1.313 aprendizes para serem contratados. “O ideal seria que os empresários da Serra Gaúcha estivessem convencidos de que a AP resolveria vários problemas não só para o jovem, mas para a família e para a sociedade, porque isso tudo se reflete nas empresas. Se o jovem estiver sendo preparado para o trabalho e recebendo meio piso salarial, estará, também, fazendo circular a economia da região. E, no final do curso, ele tem a oportunidade de escolher ser um empregado qualificado ou até mesmo um empreendedor jovem”, frisa Denise, lembrado que, pela Constituição Federal, a qualificação profissional da juventude é dever de todos: Estado, família e sociedade.

Embora não tenha ainda atingido percentual total de aprendizes, a auditora observa que, em Caxias do Sul, já existe uma cultura consolidada na Aprendizagem Profissional. Foi o terceiro município do país a construir uma escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a unidade Nilo Peçanha. Caxias se tornou grande não só pela pujança dos empreendedores, mas, também, pela mão de obra qualificada, dando aos seus produtos o status de concorrência maior do que aquele grupo de empresas que não investiam na qualificação dos empregados.

“Todo o empregador que teve seus aprendizes, com cursos voltados para a vocação da atividade da empresa, nunca mais deixou de cumprir a legislação, porque percebeu que não é apenas uma obrigação legal, mas se tornou a fonte de recrutamento de seus empregados efetivos. Pois, acabam qualificados e entendendo os processos produtivos da empresa que o qualificou por intermédio das Instituições Formadoras”, percebe a auditora.

Hoje, além do Sistema “S” (Senai/Senac/Senar/Senat/Sescoop), podem ser entidades formadoras de Aprendizagem Profissional as escolas técnicas e as entidades sem fins lucrativos com o cadastro no sistema Juventude web/ME e a devida validação do Governo Federal. Quanto aos jovens, Denise esclarece que todos têm livre acesso às Instituições Formadoras para se inscreverem em cursos de AP.

A coordenadora da Aprendizagem/RS informa que, em termos de obrigação legal, toda empresa, de médio e grande porte, deve contratar aprendizes numa equivalência de, no mínimo, 5% e, no máximo, 15% do total dos empregados que demandam formação profissional. Essa obrigatoriedade surgiu com o advento da Consolidação das Leis do Trabalho, em 1943, através do artigo 429 (“caput”). O presidente da República à época, Getúlio Vargas, entendeu que, diante do momento que o Brasil estava passando, de agropecuário para industrializado, iria precisar de mão de obra especializada.

A Feira da Aprendizagem

Quando: 28 e 29 de novembro de 2019

Quinta-feira – 28/11: das 9h às 20h

Sexta-feira –  29/11: das 9h às 17h

Local: Centro de Eventos da Festa da Uva – Caxias do Sul | RS

Evento gratuito

Mais informações:

(54) 3220 – 8700 ou (54) 3238 – 8713

Email: feiraaprendizagemserra@gmail.com

facebook.com/fogapserra

instagram.com/fogapserra

Estão na organização da Feira da Aprendizagem Profissional as seguintes entidades:

3º Grupo de Artilharia Antiaérea- Exército Brasileiro – 3º GAAE EB

Ação Social Murialdo

Agrale

Associação Literária São Boaventura – LEFAN

Centro de Formação Profissional SENAI Nilo Peçanha

Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE-RS)

Centro Profissional para a Cidadania

Comissão Municipal do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (COMPETI)

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA)

Ensino Social Profissionalizante (ESPRO) Polo Caxias do Sul

Escola Família Agrícola da Serra Gaúcha – EFASERRA

Fundação de Assistência Social (FAS)

Fundação Projeto Pescar

Grupo Herval

Instituto SENAI de Mecatrônica

Marcopolo

Ministério Público do Trabalho

Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Coordenadoria da Juventude, vinculada à Secretaria de Segurança Pública e Proteção Social, e da Secretaria Municipal da Educação.

Programa Florescer Iniciação Profissional – Instituto Elisabetha Randon

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – SENAC

Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – SEST SENAT

Superintendência Regional do Trabalho do Estado do Rio Grande do Sul (SRTb/RS)

Universidade de Caxias do Sul (UCS)

A Feira da Aprendizagem Profissional da Serra Gaúcha tem apoio de: ARI Seccional Serra Gaúcha, empresas Bitcom e Fortaleza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *