Microempa lança a segunda edição do Desafio Jovem Empreendedor

Microempa lança a segunda edição do Desafio Jovem Empreendedor

 Competição destinada a alunos do ensino médio de escolas públicas, estaduais e particulares vai concentrar tarefas sob o tema “Que futuro eu estou construindo”

 Criado há dois anos com o intuito de estimular o empreendedorismo nos jovens de uma maneira lúdica e divertida, contribuindo para sua preparação no mercado de trabalho, a segunda edição do Desafio Jovem Empreendedor já tem data para acontecer: 22 e 23 de agosto (quinta e sexta-feira), promovido pela Microempa e o Grupo Setorial Microempa Jovem. Em 2018, a competição destinada aos alunos do Ensino Médio de escolas públicas, estaduais e particulares reuniu seis instituições. Esse ano, o número de inscritos mais que dobrou, chegando a 13. “Superamos nossa meta, sendo que pela primeira vez foram abertas as inscrições para escolas de fora de Caxias do Sul”, acrescenta o administrador Vinícius Peróndi Chilanti, integrante do Grupo Setorial Microempa Jovem, coordenador do programa e diretor da Vinicius Peróndi Coaching e Consultoria.

Sob o tema “Que futuro eu estou construindo”, os estudantes deverão cumprir e desenvolver atividades voltadas aos seus respectivos propósitos de vida. As orientações sobre as duas tarefas iniciais – que vão abranger ações com a comunidade e o meio ambiente – serão repassadas hoje (08/07), na Microempa, com a presença dos professores responsáveis e representantes das equipes. Os próximos trabalhos deverão ser feitos durante o Desafio Jovem Empreendedor, que vai ser sediado na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), na Rua Paul Harrys, 350 – bairro Cinquentenário, das 8 às 18 horas.

Em dois dias de “imersão”, cada equipe vai contar com o máximo de 15 alunos e dois padrinhos (um representante da instituição e um familiar). A execução das atividades precisa estar relacionada ao tema central, enfocando melhoria social e no ambiente escolar, cultura, habilidades de gerenciamento de tempo, trabalho em equipe e tomada de decisões. As equipes vão receber tokens, que são as moedas utilizadas para compra de materiais (vai ser montada uma pequena papelaria com produtos extras, sendo que as aquisições devem ser supervisionadas por um responsável da organização), busca de empréstimos ou aplicação de investimentos na bolsa de valores de uma instituição financeira interna. Para as situações consideradas mais críticas, os participantes ainda podem consultar mentores, que serão profissionais voluntários de diferentes áreas, como Economia, Marketing e Contabilidade, disponíveis em horários pré-determinados. Os empresários interessados em atuar como voluntários nas ações de mentoria podem contatar a Microempa, pelo fone (54) 3025.7532, com Aline Rodrigues.

O Desafio Jovem ainda vai dispor de três tarefas-bônus, quando as equipes receberão um card sobre algum empreendedor com uma dica sobre onde ele poderia estar (nas proximidades do local da competição). O time que encontrá-lo primeiro vai ganhar tokens para investir nas atividades do grupo. A entrega das tarefas deve ser pontual, pois cada minuto de atraso vai implicar na perda de 5% da pontuação total. No último dia do evento está reservada uma atração musical surpresa, que antecede a divulgação dos resultados e a premiação (taça personalizada). Todos os alunos vão receber medalhas.

Vencedor do Desafio Jovem Empreendedor de 2018, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul já começou a reunir os competidores dessa edição. “Mesmo de caráter competitivo, a forma como a gincana foi organizada permitiu que a interação e o engajamento, inclusive com alunos de outras escolas, fosse predominante. Isso trouxe uma experiência de aprendizado muito positiva aos participantes”, considerou Silvana Kissmann, professora responsável pela equipe StartIF, junto à colega Eliana Borragein.

Para a coordenadora do Grupo Setorial Microempa Jovem, Cláudia Pontel, a homologação do Projeto de Lei nº 94/2019, que altera a Política Estadual do Empreendedorismo, refletiu na procura significativa pela competição. Ele prevê a inclusão de conteúdos e atividades que promovam a cultura empreendedora no projeto pedagógico e plano escolar de instituições estaduais e técnicas de nível médio, para realização de práticas empreendedoras no processo de ensino e aprendizagem. “O Desafio, que resgata o espírito das gincanas, passou a fazer parte do calendário anual de atividades das escolas. Isso é muito gratificante, uma vez que também contamos com apoio da 4ª Coordenadoria Regional de Educação”, comemora Cláudia.

As escolas que participam do Desafio Jovem Empreendedor 2019 são:

  • Colégio Murialdo – Unidade Caxias do Sul
  • Escola Estadual de Educação Básica Abramo Pezzi
  • Escola Estadual de Ensino Médio Evaristo De Antoni
  • Escola de Ensino Médio Impulso
  • Escola Estadual de Ensino Médio Irmão Guerini
  • Escola Estadual de Ensino Médio João Pilati
  • Escola Estadual de Ensino Médio Maranhão
  • Escola Estadual de Ensino Médio Melvin Jones
  • Escola Estadual de Ensino Médio Olga Maria Kayser
  • Instituto Estadual de Educação Cristóvão de Mendoza
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Caxias do Sul
  • Projeto Pescar Consolação
  • Projeto Pescar São José

 

Sobre o Grupo Setorial Microempa Jovem

O Grupo Setorial Microempa Jovem iniciou as atividades em janeiro de 2017, com o objetivo de fomentar o empreendedorismo no meio jovem, oportunizando o conhecimento sobre a realidade do mercado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *