Aedes: sobe para 30 o número de focos encontrados em Caxias do Sul

Último criadouro foi localizado no bairro Centenário

Subiu para 30 o número de criadouros do mosquito Aedes aegypti encontrados em Caxias do Sul. O último foco do inseto responsável por transmitir dengue, zika vírus e febre chikungunya foi localizado pelos agentes de combate às endemias em uma residência, dentro de um pneu, no bairro Centenário, durante visitas de rotina.

“O tempo ainda está favorecendo a formação de criadouros. A maioria deles encontra-se em residências e terrenos baldios. A população precisa se manter vigilante, eliminando de seus domicílios recipientes e resíduos que permitem o acúmulo de água. É aí que o mosquito deposita seus ovos”, recomenda Rogério Poletto, coordenador da Vigilância Ambiental.

Ao todo, 11 bairros ou loteamentos do município concentram os focos do Aedes. São eles: Alvorada (7), Bela Vista (1), Centenário (3), Desvio Rizzo (1), Esplanada (8), Mariani (1), Presidente Vargas (2), Salgado Filho (1), Santa Lúcia Cohab (4), Santa Lúcia (1) e Nossa Senhora das Graças (1).

 

 

Dicas de prevenção
Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos;
Recolher o lixo do pátio;
Colocar o lixo ensacado para ser recolhido pela Codeca;
Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva; ou encaminhar ao Ecoponto da Codeca (tem custo de R$ 1,65 por pneu, para o morador que entregar o pneu seco na Codeca);
Tampar caixas d’água;
Colocar telas milimétricas em caixas d’água descobertas, reservatórios de captação de água da chuva e nos ralos;
Limpar as calhas;
Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água;
Eliminar os pratinhos das plantas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *