Acidente da Ethiopian Airlines deixou pelo menos uma dúzia de vítimas ligadas à ONU

Pelo menos uma dúzia de pessoas ligadas à ONU estão entre as vítimas do acidente aéreo da Ethiopian Airlines ocorrido neste domingo nos arredores de Adis-Abeba, segundo uma fonte da organização.

“Espera-se que pelo menos uma dúzia das vítimas tivessem ligação com a ONU”, indicou a fonte, assinalando que tradutores independentes que viajavam para uma conferência das Nações Unidas sobre o meio ambiente também podem estar entre os 157 mortos reportados pelas autoridades.

Estabelecer o número exato de funcionários da ONU no voo é difícil, uma vez que nem todos informaram à organização seu plano de viagem, e nem todos usaram o passaporte diplomático para viajar, explicou a fonte.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, disse estar “profundamente entristecido com a perda trágica de vidas”, e enviou condolências à Etiópia e a parentes das vítimas.

“As Nações Unidas estão em contato com autoridades da Etiópia e trabalhando com elas para saber com detalhes que funcionários da ONU perderam a vida na tragédia”, assinalou Guterres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *