INÉUM INSTRUMENTAL RECEBE O CELEBRADO HAMILTON DE HOLANDA TRIO, EM OUTUBRO.

O mundialmente celebrado bandolinista, transgressor do instrumento e criador da técnica pioneira do bandolim de 10 cordas, Hamilton de Holanda desembarca pela primeira vez em Caxias do Sul para compor a programação da 6ª temporada da MoDITO EM CAXIAS DO SUL, TUM Tstra de Música Tum Tum Instrumental. Acompanhado de Guto Wirtti (contrabaixo) e Thiago da Serrinha (percussão), formam o Hamilton de Holanda Trio e irão se apresentar no dia 14 de outubro de 2018, às 20h, no Teatro Municipal Pedro Parenti.

A entrada é franca. Pede-se a doação de um quilo de alimento não perecível. Em apoio ao Mês do Idoso, comemorado em outubro, todos os alimentos arrecadados serão doados ao Lar da Velhice São Francisco de Assis, em Caxias do Sul, se estendendo às arrecadações do espetáculo de novembro. Os ingressos podem ser retirados no primeiro andar da Casa da Cultura ou no dia, duas horas antes do espetáculo.

 

SOBRE HAMILTON DE HOLANDA TRIO:

Hamilton de Holanda Trio reúne diferentes referências, mas apresentam uma forte intimidade no linguajar musical, seguindo a ideia presente em diversos discos de Hamilton: o moderno é tradição. Lançaram três álbuns que abarcam o mundo em seu abraço musical. “Trio”, lançado em 2013, com repertório e arranjos que assimilam peculiaridades das diversas regiões do país, numa mistura essencialmente brasileira, ganhou o 26º Prêmio da Música Brasileira, em 2015, na categoria “melhor instrumental: solista” e foi indicado ao Grammy Latino na categoria “melhor álbum instrumental”.


Três anos depois lançaram “Samba de Chico”, que levou o Grammy Latino na categoria de melhor álbum instrumental e uma indicação na categoria de melhor engenharia de gravação. Ele é uma celebração aos 100 anos do samba e uma homenagem à obra de Chico Buarque, na qual o trio passeia por canções célebres.

 

Agora, em seu terceiro trabalho, o Trio homenageia o centenário de Jacob do Bandolim com “Jacob 10ZZ”. Para o projeto, entra em estúdio pela primeira vez um raro bandolim de 10 cordas que pertenceu ao mestre do choro e que foi cedido a Hamilton pelo Instituto Jacob do Bandolim e pela Casa do Choro.

 

Guto Wirtti, de família musical, é referência no contrabaixo brasileiro. Acompanha Hamilton desde longa data, com quem construiu uma simbiose. Já Thiago da Serrinha, criado nos morros cariocas, carrega no nome e no sangue a tradição do jongo da serrinha, manifestação cultural associada à cultura africana no Brasil e que influiu poderosamente na formação do samba carioca.

 

Hamilton de Holanda é um dos músicos mais premiados da atualidade, no Brasil, e contagia plateias em turnês por todo o mundo. Hamilton carrega no DNA a fusão do incentivo familiar, do Bacharelado em Composição pela Universidade de Brasília e da prática das rodas de choro e samba. Essa identidade o permite transitar com tranquilidade pelas mais diferentes formações (solo, duo, quarteto, quinteto, orquestra).

 

Em constante produção, Hamilton enfileira 33 lançamentos em 37 anos de música, 17 destes dedicados ao bandolim de 10 cordas.  Ao lado de seu empresário/parceiro, Marcos Portinari, os projetos não param. Há quase cinco anos, criaram o Baile do Almeidinha, gafieira contemporânea que traz no currículo cerca de 90 edições e mais de uma centena de convidados ilustres. Com doze indicações ao Latin Grammy, a dupla foi vencedora em duas edições: a 17º (2016) com o gramofone de Melhor Disco de Música Instrumental por Samba de Chico; e na 16º edição do prêmio (2015) de Melhor Música Brasileira com “Bossa Negra”, parceria com Diogo Nogueira. Em 2016 recebeu também o alemão ECHO Jazz na categoria Instrumentos Variados, sendo o primeiro artista brasileiro a ganhar esse prêmio, e, em 2017, foi novamente indicado ao prêmio. Hamilton venceu, ainda em 2016, o Prêmio da Música Brasileira, o 12º de sua carreira. Desta vez, Hamilton ganhou o prêmio de Melhor Solista com o projeto Pelo Brasil.

 

 

TUM TUM INSTRUMENTAL SEXTA TEMPORADA:

A Tum Tum Instrumental, em sua sexta temporada tem apresentação da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul. Patrocínio das empresas Sulgás e Kidelizz. O Apoio Cultural é da Metadados, Unimed Nordeste RS e Empório Nova Aliança e os importantes parceiros são Instituto Tarcísio Michelon, Aspen Hotéis, Edicopy Gráfica, Golden Gráfica Digital, Turisreal, Xamã Films e restaurantes Vivacce, Zanuzi e Zarabatana. O Financiamento se dá por meio do Sistema Pró Cultura RS e da Lei de Incentivo à Cultura de Caxias do Sul, sendo uma realização da Tum Tum Produções e do SESC Caxias do Sul. A direção de produção é de Juliana Pandolfo e Ângela Martins e a direção artística é de Beto Scopel, Beto e Juliana, diretores da Tum Tum Produções e Ângela, diretora do Instituto Tarcísio Michelon.

SOBRE A MOSTRA DE MÚSICA TUM TUM INSTRUMENTAL:

A Tum Tum Instrumental já possibilitou a população da Serra Gaúcha o acesso à música de grandes nomes como Jacques Morelenbaum, Azymuth, Badi Assad, Alegre Corrêa e Bianca Gismonti, além atrações internacionais, entre elas o Ernesto Holman Etno Jazz trio (Chile), Federico Nathan Quinteto (Uruguai), Cuarteto Sur (Argentina) e Tamboorbeat (Argentina). Em síntese, desde 2013, foram 39 espetáculos, com 46 atrações atingindo um público direto de mais de 20 mil pessoas. Com toda essa trajetória, a Mostra Musical chegou à condição de finalista do Prêmio Profissionais da Música 2018, na categoria Convergência – Projeto Cultural Musical e esteve presente nas feiras de negócios criativos, Womex 2014, na Espanha, Micsur edições 2014 e 2016 na Argentina e na Colômbia.  

publicidade:

 

 

SERVIÇO: TUM TUM INSTRUMENTAL COM HAMILTON DE HOLANDA TRIO:

14 de outubro de 2018, 20h, Teatro Municipal Pedro Parenti

Hamilton de Holanda Trio (DF)

Entrada franca – Um quilo de alimento não perecível

Ingressos podem ser retirados no primeiro andar da Casa da Cultura ou no dia duas horas antes do espetáculo.

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA  TUM TUM INSTRUMENTAL SEXTA TEMPORADA:

18 de novembro de 2018, 20h, Teatro Municipal Pedro Parenti

Orquestra Municipal de Sopros de Caxias do Sul convida André Mehmari (Caxias do Sul e SP)

Entrada franca – Um quilo de alimento não perecível

Ingressos podem ser retirados no primeiro andar da Casa da Cultura ou no dia duas horas antes do espetáculo.

27 de janeiro de 2019, 16h, Centro Municipal de Cultura Henrique Ordovás Filho

Uiliam Michelon Quarteto (RS) e ATR Aeromoças e Tenistas Russas (SP)

Prática de yôga e Feira Sustentável

Entrada franca – Um quilo de alimento não perecível

24 de fevereiro de 2019, 16h, Centro Municipal de Cultura Henrique Ordovás  Filho

Nacion Ekeko (Argentina) e Klezmeron Orkestra Finoli (Uruguai)

Prática de yôga e Feira Sustentável

Entrada franca – Um quilo de alimento não perecível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *