Juliana Paes dispara: “É bom ser admirado. Quem disser que não, está mentindo”

Neste sábado (6), a atriz Juliana Paes foi a convidada do ‘Alta Definição’, do canal SIC, de Portugal, onde fez revelações sobre sua vida e carreira. Considerada uma das mulheres mais bonitas do mundo, a estrela falou sobre sua ascensão no mundo da fama.

 A contratada da Globo confessou que, na adolescência, já sofreu bullying e sempre foi vítima de críticas por ter os olhos grandes. No entanto, a sua autoestima sobreviveu a todos os comentários maldosos.

“Apesar de não me achar bonita, tinha uma autoestima muito boa. Por causa do amor. Sempre fui muito amada”, afirmou, acrescentado que foi o pai quem fez sua confiança crescer.

Juliana também admitiu que atingiu um patamar no mundo da fama que hoje lhe permite ter acesso aos mais variados privilégios, mas realçou que é importante manter ‘os pés no chão’: “Não se pode perder valores nesta ‘fogueira’ das vaidades”.

Nascida em uma família de classe média baixa, a atriz falou dos momentos mais difíceis, principalmente quando a empresa de seu pai abriu falência e tiveram de “deixar um luxuoso apartamento com vista para a praia” para ir viver para um “barraco”.

Hoje, aos 39 anos, a estrela sabe que é um dos maiores ‘símbolos sexuais’ do mundo, tendo sido já considerada pela revista ‘People’ como uma das mulheres mais bonitas. Generosa, mas confiante, Juliana finalizou a entrevista de forma simples e direta: “É tão bom ser admirado, ser olhado. Quem disser que não, está a mentir ou então é chato”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *