De virada, Holanda acaba com invencibilidade brasileira no Mundial

Entrando em quadra contra a Holanda em disputa válida pelo grupo B do Campeonato Mundial, a Seleção Brasileira de vôlei levou a pior, neste sábado. De virada, os comandados por Renan foram derrotados. O embate terminou em 3 sets a 1 para os adversários, que anotaram parciais de 21/25, 25/20, 25/20 e 25/21, na Bulgária.

Em agosto, as duas seleções se encararam em uma série de três amistosos, sem grandes dificuldades para os brasileiros. Dessa vez, entretanto, o time foi pressionado e não conseguiu mostrar seu melhor vôlei. Com o resultado, a invencibilidade brasileira no campeonato foi interrompida.

Tricampeões da disputa, Éder e companhia entraram em quadra com a mesma escalação do jogo de estreia, contra o Egito, vencido por 3 sets a 0. Com Bruninho, Isac, Wallace, Douglas Souza, Kadu, Lucão e o líbero Thales, os brasileiros começaram abrindo o placar, mas não seguraram o bom desempenho.

Neste domingo, a equipe brasileira entra em quadra contra o Canadá, às 14h30. Na segunda-feira, o desafio é contra a China, mais cedo, às 11h.

O jogo

Erros de ataque da Holanda deixaram os campeões olímpicos abrirem vantagem no início do embate. Os brasileiros também contaram com boa defesa de Bruninho, que evitou pontos rivais. Apesar de cometerem deslizes no saque, Kadu e Douglas anotaram pelos brasileiros, deixando-os durante todo o período na liderança.

Van Garderen até tentou pressionar o time de terras Tupiniquins. Ele armou boas jogadas, mas não teve grandes chances. Isso porque sua equipe cometeu erros e, com saque mal executado por Abdel-Aziz, viu os rivais fecharem a primeira parcial.

A segunda etapa começou com ponto dos brasileiros, mas com boas viradas, a Holanda abriu vantagem no marcador. O time de Renan conseguiu empate, entretanto, voltou a dar a liderança para os adversários. Foi com Van Garderen explorando o bloqueio brasileiro que o segundo set foi fechado.

Na terceira etapa, com pontos lá e cá, a Holanda deixou a alegria dos brasileiros durar pouco e logo assumiu a frente no marcador. Erros no contra-ataque, bolas fora e lances arriscados tiraram o protagonismo de Lucão e companhia. Eles buscaram reação, empataram, mas os adversários se recuperaram para levar a melhor e virar.

O início da quarta parcial foi marcado por equilíbrio. Os europeus ficaram na liderança a maior parte do tempo, mas sem que os brasileiros dessem margem para uma larga vantagem. Nos minutos finais, o Brasil encaixou mais um bloqueio e empatou. Com erro de Evandro, que atacou para fora, a Holanda conquistou o match point. Lipe também mandou para fora e os adversário levaram a melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *