Quinta Sinfônica recebe trombonista francês Jacques Mauger

Concerto, no dia 13 de setembro, celebra os 50 anos do curso de Administração

A sétima edição do programa Quinta Sinfônica, no dia 13 de setembro, receberá o trombonista francês Jacques Mauger, um dos mais proeminentes trombonistas do mundo. O concerto, às 20h30min, no UCS Teatro, terá a regência do maestro Manfredo Schmiedt e será comemorativo aos 50 anos do curso de Administração da UCS.

A Orquestra Sinfônica irá apresentar as obras: Prelúdio, Dança e Entredança, de Nestor Wennholz; Concerto para Trombone e Orquestra, de Nino Rota, com o solista convidado Jacques Mauger; e Bachianas Brasileiras N° 2, de Heitor Villa-Lobos.

Os ingressos custam R$ 10,00 para balcão e plateia baixa; R$ 20,00 para mezanino; R$ 30,00 para plateia; e R$ 40,00 para camarote, sendo garantida a meia-entrada para idosos e estudantes, e estão disponíveis na Loja UCStore, na Galeria Universitária, e na Livraria do Maneco, no centro.

A Orquestra Sinfônica da UCS tem o patrocínio da Unimed Nordeste e o apoio do Simecs e do LionsEduC.

Solista

Jacques Mauger, nascido na Normandia, noroeste da França, é um dos mais proeminentes trombonistas do mundo, e suas performances, junto com sua atuação no ensino, são exemplos do mais alto padrão que pode ser alcançado. Mostrou interesse no trombone desde cedo, e posteriormente estudou esse instrumento no Conservatório Regional em Rouen e no Conservatoire National Supérieur de Musique de Paris. Após seus estudos, participou de competições internacionais e foi vencedor de prêmios em Markneukirchen, na Alemanha, e mais tarde em Toulon, na França.

Começou sua carreira profissional como primeiro trombone com a Orquestra Filarmônica de Nice e, a seguir, tornou-se solista de trombone com a Orquestra do Ópera de Paris. Desde 1990, ele se concentrou em trabalhar como artista de concertos, e muitas vezes apareceu como solista na França e no exterior, com conjuntos que variam de orquestras de cordas e sinfônicas a bandas de metais e de concertos.

Ao longo de sua carreira como solista, Jacques também manteve uma carreira ativa como professor no Conservatoire à Rayonnement Régional de Paris, onde foi nomeado em 1994, e também na Accademia Santa Cecilia di Roma, na Itália, por três anos. Em junho de 2004, venceu a audição para professor de trombone no H.E.M, Neuchatel, na Suíça. Ele agora é professor HEMU de trombone em Lausanne, Friburgo, cargo que ocupa desde setembro de 2012. Mauger também é professor convidado na Universidade Senzoku Gaquen, de Tóquio, no Japão; e ministra diversas masterclasses e performances em vários países.

Em 2007, sua coleção de estudos para trombone recentemente desenvolvida (em colaboração com Jean Michel Defaye) foi publicada em uma série da IMD Arpèges Publications em Paris. Durante este mesmo período, ele também esteve engajado no desenvolvimento do novo modelo de trombone AC440, na fábrica de metais Antoine Courtois Brass Factory. Também exerce a função de presidente da Association des Trombonistes Français.

Programa

Nestor Wennholz: Prelúdio, Dança e Entredança

Nino Rota: Concerto para Trombone e Orquestra (Allegro giusto; Alento, bem ritmato; Allegro moderato) – com o solista Jacques Mauger

Heitor Villa-Lobos: Bachianas Brasileiras Nº 2

Sobre o Curso de Administração

Cerca de dois anos após a regulamentação da profissão de Técnico de Administração, em 1965, o Conselho Superior Universitário – Consuni, da UCS autorizou a criação do curso de Bacharelado em Administração de Empresas, no dia 2 de dezembro de 1967. Em 4 de fevereiro de 1975, o curso foi reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura, através do Decreto n. 75344.

O primeiro concurso vestibular aconteceu em fevereiro de 1968 e a primeira turma de egressos colou grau em 18 de dezembro de 1971. Nos anos iniciais, o curso funcionou em um prédio no centro de Caxias do Sul, na Rua Os 18 do Forte. Na década de 1970, mudou-se para o Campus-Sede, após a construção do Bloco F. A década de 1980 é marcada pela reestruturação curricular, em função das demandas da profissão no contexto da sociedade e das resoluções próprias da instituição. A década de 1990 é caracterizada pelo processo de regionalização da UCS, fazendo com que o curso seja ofertado, até a década seguinte, em todas as unidades da instituição. Uma ampla reestruturação, visando às novas realidades do mundo do trabalho e da gestão, faz com que, recentemente surjam novas ofertas do curso nas modalidades presencial, semipresencial e à distância.

Num balanço desses 50 anos, observa-se que o curso foi precursor, tornando-se uma referência no ensino de Administração em uma região marcada pelo forte espírito empreendedor. Nesse contexto, o curso se afirmou como um formador de lideranças, se constituindo no núcleo de origem de uma estrutura que abarca, hoje, a graduação, a extensão e a pesquisa, materializadas em inúmeros cursos até as especializações, MBAs, mestrado e doutorado na área de Administração. Na última avaliação do Ranking Universitário do Jornal Folha de S. Paulo, entre os cerca de 1500 cursos de todo o Brasil, o curso de Administração da UCS figura entre os cinco melhores do Rio Grande do Sul e os 50 melhores do Brasil.

patrocinado:

Miguel Brambilla – música Deserto de Flores

Livro – Júlia Elisa Barcellos Brambilla – A Gatinha Tristonha

Posted by Miguel Brambilla Cantor on Sunday, July 1, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *