MPDFT recomenda que brasileiros reiniciem roteador para combater vírus

A recomendação é do Ministério Público que investiga fraudes bancárias e casos de estelionato causados pelo Malware VPNFilter

A população deve reiniciar os roteadores domésticos e de home office, recomenda a Comissão de Proteção dos Dados Pessoais do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT). O objetivo é combater um vírus que ameaça a segurança dos usuários conhecido como Malware VPNFilter. Ao desligar o aparelho, o vírus é interrompido temporariamente, o que ajuda na identificação de roteadores infectados.
O vírus é programado por criminosos com o objetivo de cometer fraudes. Os aparelhos afetados  podem coletar dados pessoais, bloquear o tráfego de internet e direcionar os usuários para sites falsos de instituições bancárias e de lojas virtuais.
O MPDFT recomenda, ainda, a desativação das configurações de gerenciamento remoto e o uso de senhas fortes. Também é importante atualizar o software (firmware) do roteador.
Desde setembro de 2017, o MPDFT, em parceria com a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos da Polícia Civil, investiga fraudes bancárias, como estelionatos e furtos, cometidos por meio de roteadores infectados. As informações são sigilosas.
Mais recentemente, em 25 de maio, o Federal Bureau of Investigation (FBI) emitiu alerta sobre a infecção de roteadores pelo Malware VPNFilter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *