Inter pressiona o Sport-PE, mas empata sem gols

O Internacional empatou sem gols com o Sport-PE na tarde deste sábado, pela nona rodada do Brasileirão. O time colorado criou as principais chances de gol na partida, sobretudo no primeiro tempo, mas não conseguiu alcançar a quarta vitória seguida no campeonato. O resultado deixa o Inter na quarta posição, com 15 pontos. Na terça-feira (5/6), às 21h30, o desafio é contra São Paulo, no Morumbi. Depois, no dia 19, vai à Vila Belmiro encarar o Santos. O próximo jogo em casa é diante do Vasco da Gama, no dia 13, antes da parada para a Copa do Mundo.

Inter melhor no 1º tempo

Foi o Inter que tomou a iniciativa nos primeiros movimentos do duelo no Gigante. Com a marcação encaixada, o time de Odair Hellmann tinha controle sobre o adversário e chegava com qualidade ao ataque. Aos 7min, Lucca fez lançamento longo para William Pottker, que ganhou na base de força de Sander e chutou para a defesa salvadora de Magrão. Pouco depois, Lucca arriscou de longe e a bola saiu à esquerda do gol pernambucano. O Sport equilibrou um pouco o jogo e, aos 14min, fez a sua primeira investida em chute cheio de efeito de Rogério que saiu pela linha de fundo. Aos 19min, Fellipe Bastos disparou chute frontal que foi defendido com segurança por Danilo Fernandes.

Não demorou para que o Inter voltasse a criar chances, principalmente a partir dos avanços pelos lados do campo. Aos 25min, Iago fez grande jogada individual e quase abriu o placar: o lateral passou a dribles pela marcação, invadiu a área e chutou tirando tinta do travessão! Aos 28min, Patrick chutou cruzado e Magrão fez defesa sensacional para escanteio. Aos 35min, Pottker foi à linha de fundo e cruzou para Leandro Damião cabecear na rede, pelo lado de fora.

Faltou o gol

No segundo tempo, o Inter manteve o volume ofensivo, mas o Sport mudou suas linhas para o esquema 4-1-4-1 e exigiu mais atenção da defesa colorada. Além disso, o adversário também dificultou a penetração do ataque colorado. Aos 11min, Víctor Cuesta, de grande atuação, fez passe longo para Edenilson, que escorou para Nico López na meia-lua. O atacante, que recém havia entrado no lugar de Lucca, chutou para a defesa de Magrão. Aos 16min, Damião chutou prensado com a defesa e a bola saiu para escanteio. Aos 30min, Rossi cobrou escanteio curto, Zeca alçou na área e Víctor Cuesta cabeceou por cima do travessão.

O Inter fazia por merecer o gol, mas a bola teimou em não entrar. Aos 34min Nico López soltou uma bomba e a bola explodiu no poste direito. Aos 40min, um susto: Marlone bateu falta, Fellipe Bastos desviou de cabeça e a bola passou perigosamente por cima do travessão. Depois disso, o jogo ficou truncado até o apito final, confirmando o empate sem gols.

“Merecíamos a vitória, já que criamos quatro ou cinco situações de gol. Mas o Sport é uma equipe bem montada e dificultou nossas ações”, avaliou o técnico Odair Hellmann.

Ficha técnica:

Internacional (0): Danilo Fernandes; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado (Juan Alano) e Edenilson; William Pottker (Rossi), Patrick e Lucca (Nico López); Leandro Damião. Técnico: Odair Hellmann.

Sport-PE (0): Magrão; Rual Prata, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Gabriel (Michel Bastos), Fellipe Bastos, Rogério (Neto) e Deivid; Marlone (Igor) e Rafael Marques. Técnico: Claudinei Oliveira.

Cartões amarelos: Sander, Magrão (S); Rodrigo Dourado, Rodrigo Moledo, Patrick (I).

Público total: 31.327. Pagantes: 27.454. Menores: 2.440. Não pagantes: 1.433. Renda: R$ 822.680,00.

Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, auxiliado por Anderson José de Moraes Coelho e Daniel Paulo Ziolli (trio de São Paulo).

Local: Beira-Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *