Apesar de acordo e da expectativa pelo fim dos protestos, manifestações seguem

Mesmo após um acordo entre líderes da greve dos caminhoneiros e do governofederal, o movimento segue na manhã desta sexta-feira em todo o Brasil, com bloqueios nos 26 estados e no Distrito Federal. Segundo o anúncio do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), as entidades se comprometeram a suspender os protestos por quinze dias em troca da prorrogação do desconto de 10% no diesel para um mês. No entanto, nem todas as lideranças presentes assinaram e os bloqueios continuam.

O presidente Michel Temer pediu nesta sexta-feira, 25, a colaboração dos governos estaduais nos esforços para reduzir o preço do diesel em meio à grevedos caminhoneiros, e cobrou uma redução do imposto estadual ICMS sobre o combustível.

Temer afirmou, ao participar de reunião do Conselho Nacional de Polícia Fazendária (Confaz) com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e secretários estaduais de Fazenda, que os estados também precisam colaborar para o fim da crise envolvendo os caminhoneiros.

 

Rio Grande do Sul: No quinto dia de greve dos caminhoneiros, 77% das cidades gaúchas paralisaram equipamentos e serviços que dependem e combustível, exceto aqueles da área de saúde. Do total de 497 municípios do estado, 384 decidiram suspender os serviços segundo a Famurs (Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul).


Entre os pontos divulgados no anúncio do acerto estavam a prorrogação do desconto de 10% no óleo diesel para trinta dias e a previsibilidade nos reajustes do combustível.

A íntegra do documento apresentada pela Casa Civil contempla outros tópicos. Entre eles, uma pauta dos empresários do setor de transportes: a não reoneração das folhas de pagamento do setor de cargas.


 Combustível em Curitiba acaba hoje, diz Sindicato

O Sindicombustíveis Paraná, entidade que representa os postos de combustível do estado, afirmou em nota, na manhã desta sexta-feira, 25, que 90% dos 340 postos de Curitiba já estão sem álcool ou gasolina. O Sindicombustíveis trabalha com a perspectiva de que acabe o estoque durante a tarde, caso o abastecimento não seja retomado.

“Não consideramos mais o movimento como uma greve, e sim um abuso completo. Ficou evidente que não há uma liderança definida. Um acordo foi firmado mas não há lideranças capazes de unir os caminhoneiros para se chegar a um consenso”, afirma o Sindicombustóveis.


 PF vai investigar suspeita de locaute em greve dos caminhoneiros

Polícia Federal afirmou nesta sexta-feira, 25, que está investigando “a associação para prática de crimes contra a organização do trabalho, a segurança dos meios de transporte e outros serviços públicos” na greve dos caminhoneiros.

Na noite anterior, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, já havia apontado a possibilidade de locaute, delito proibido pela legislação trabalhista, na paralisação. Trata-se da articulação de empresários de um setor para promover ou coordenar uma paralisação de seus empregados, em função de interesses patronais.


 Greve deixa 11 aeroportos do país sem combustível; veja quais

greve dos caminhoneiros iniciada na segunda-feira está prejudicando o abastecimento dos aeroportos nacionais. Ao menos 11 estão sem combustívelnesta sexta-feira, segundo a Infraero – como os do Recife e de Goiânia.

Com a paralisação, os aeroportos não estão recebendo o querosene de aviação. Nesta sexta-feira, 32 voos já foram canceladas – um deles, da American Airlines, sairia de Miami, nos Estados Unidos, até Brasília. A maioria das viagens seria realizadas pela Latam e Azul.


 Paralisação de caminhoneiros afeta atendimento hospitalar

paralisação de caminhoneiros em todo o país começa a afetar os atendimentos hospitalares, inclusive as urgências e emergências. Segundo a Confederação Nacional de Saúde (CNS), em alguns locais estão faltando produtos como gás medicinal, material anestésico, medicamentos e insumos para tratamento de água.


 Greve leva ao cancelamento de viagens de ônibus em SP

paralisação dos caminhoneiros contra o aumento no preço do diesel está causando impacto também nas viagens rodoviárias. Na manhã desta sexta-feira, 25, o Terminal Rodoviário Tietê registrou redução de 20% no número de partidas de ônibus. No Terminal Rodoviário Barra Funda, o porcentual caiu 40% e no Jabaquara houve redução de 48% nas partidas.


 Governo vai usar Forças Federais de Segurança para desobstruir estradas

Após o fracasso do acordo do governo para suspender a greve dos caminhoneiros por 15 dias, o presidente Michel Temer anunciou hoje que vai convocar as Forças Federais de Segurança para liberar as estradas bloqueadas desde segunda-feira. A decisão foi tomada após uma reunião do Gabinete de Segurança Institucional no Palácio do Planalto com Temer e ministros do governo


 Gol, Latam e Azul cancelam voos por falta de combustível

A greve dos caminhoneiros iniciada na segunda-feira prejudica o abastecimento de combustível das companhias aéreas. A Gol, Azul e Latam informaram que precisaram cancelar voos que sairiam nesta sexta-feira por falta de querosene de aviação.


 Cegonheiros permanecem estacionados nos pátios

O Sindicato Nacional dos Cegonheiros (Sinaceg) informou nesta sexta-feira, 25, que os profissionais decidiram permanecer estacionados nos pátios até que evolua sa negociações entre governo e caminhoneiros.

Em manifestação, por meio digital, os associados do Sinaceg decidiram aguardar até que haja solução efetiva das reivindicações para voltar ao trabalho.


Petrobras reduz preço da gasolina pelo 4º dia seguido

Petrobras anunciou nesta sexta-feira, 25, nova redução no preço da gasolinaa partir deste sábado, 26. O custo cairá de 2,0160 reais para 2,0096 reais por litro nas refinarias. É o quarto corte seguido no preço do combustível realizado pela companhia desde o início da greve dos caminhoneiros na segunda-feira. Nesta sexta-feira, o diesel está com o preço estável, mas com queda de 12% na comparação com o que era cobrado na segunda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *