Quem são os colegas de prisão de Lula em Curitiba

Se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pudesse se encontrar com seus novos vizinhos na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, seria difícil evitar um certo constrangimento. Ele encontraria ali ex-amigos que foram diretamente responsáveis pela sua atual situação.

Um deles é Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS, que disse em depoimento que o triplex que a empresa reformou no Guarujá pertencia, sim, ao ex-presidente – algo que sua defesa nega. Outro é o ex-ministro da Fazenda e ex-braço direito de Lula, Antônio Palocci, que afirmou ao juiz Sérgio Moro que o ex-presidente tinha um “pacto de sangue” com a construtora Odebrecht.

Lula, no entanto não deverá ter contato com nenhum deles.

O líder petista que foi citado por alguns em suas delações premiadas na Lava Jato, está em uma sala especialmente adaptada para recebê-lo no centro do prédio, afastado da carceragem onde estão os demais presos.

Lula também terá direito a uma hora a mais de banho de sol, em horário diferente dos outros presos, justamente para que eles não tenham contato.

O ex-presidente faz as mesmas refeições que os outros presos, mas ainda não teve banho de sol desde que chegou à PF. segundo seu advogado, Cristiano Zanin, isso ainda será definido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *