Inter luta até o final, vence Gre-Nal por 2 a 0, mas fica de fora do Gauchão

Não faltou espírito de luta e honra à camisa colorada. O Internacional foi valente nos 90 minutos restantes das quartas de final do Gauchão e venceu o Grêmio por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, com gols de Nico López e D’Alessandro. O Colorado esteve perto de marcar o terceiro gol e tentar a sorte nas cobranças de pênalti, mas o placar agregado acabou sendo insuficiente para avançar no campeonato.

Agora, o Colorado foca no duelo que fará com o Vitória no começo de abril, pela quarta fase da Copa do Brasil. No dia 15 de abril ocorre a estreia no Brasileirão diante do Bahia, no Gigante.

Duelo começa duro

Ao melhor estilo do Gre-Nal, o clássico de número 415 da história começou com intensa disputa por cada centímetro do campo. A forte marcação e as execessivas faltas deixavam o jogo bastante ‘picotado’ e com poucos atrativos no ataque cometiam muitas faltas.

A primeira conclusão em gol ocorreu somente aos 24min, quando Luan invadiu a área e chutou cruzado para a grande defesa de Marcelo Lomba. O Inter respondeu imediatamente, com Nico López tentando surpreender Marcelo Grohe por cima, mas o goleiro espalmou para escanteio. Aos 28min, Gabriel Dias arriscou da entrada da área, por cima do gol. O Inter forçava as jogadas pelos lados do gramado, principalmente com os avanços de Patrick pela esquerda.

De pênalti, Nico abre o placar

Aos 31min, Rodrigo Moledo foi agarrado por Bressan no interior da área gremista. Pênalti bem marcado por Leandro Vuaden. Nico López cobrou com perfeição, no canto direito, e fez  1 a 0! Depois do gol, o clássico ficou truncado, com muitas faltas. Aos 45min, D’Alessandro cobrou falta e, ao tentar cortar de cabeça, Jailson quase marcou O gol contra.

Nico López abriu o placar em cobrança de pênalti

Inter se lança ao ataque

O Inter começou o segundo tempo ameaçando na frente. Logo a 1min, Edenilson cruzou da ponta-direita e Gabriel Dias cabeceou para a defesa de Grohe. Aos 4min, Odair Hellmann colocou Brenner no lugar de Fabiano para conferir mais ofensividade ao time. Aos 6min, o Grêmio teve boa chance: após cobrança de falta, a bola ficou perigosamente pipocando na pequena área até que Rodrigo Moledo apareceu para afastar com um chutão.

A partir de então, o Inter começou a sufocar o rival no seu campo de defesa, Aos 13min, Nico López chutou cruzado, com efeito, e Grohe fez defesa salvadora. No rebote, Gabriel Dias concluiu rasteiro, a bola desviou na zaga e tirou tinta da trave antes de sair pela linha de fundo. Aos 14min, D’Alessandro cobrou falta e Grohe afastou de soco.

D’Ale marca golaço: 2 a 0!

Era apenas o ensaio para uma antologia de gol que estava por nascer. Aos 20min, D’Alessandro cobrou falta com maestria e colocou a bola no ângulo esquerdo. G-O-L-A-Ç-O, o seu 87º com a camisa do Clube do Povo e o nono anotado em Gre-Nais, o que o deixa com o status de jogador que até agora mais vezes marcou no clássico no século XXI!

D’Alessandro marcou um golaço, o seu nono no clássico Gre-Nal

QUANTAS CURTIDAS ESSE GOL DO MAESTRO MERECE? ❤🔴⚪👊 PAPAI DO GAYMIO, ÉL CABEZÓN ❤CURTA: Coração Colorado

Posted by Coração Colorado on Wednesday, March 21, 2018

Luta até o final

O Inter sufocava o Grêmio. Aos 24min, Gabriel Dias cruzou uma bola venenosa para a área e quase surpreendeu Grohe, que espalmou para escanteio. Aos 30min, mais um atacante em campo na busca pelo terceiro gol – Wellington Silva no lugar de Gabriel Dias. Aos 32min, o rival conseguiu concluir pela primeira vez na etapa final, em chute de Luan que saiu à direita da meta colorada. Logo depois, Cícero disparou uma bomba de fora da área e Marcelo Lomba espalmou para escanteio. Aos 40min, Camilo foi para o jogo na vaga de Víctor Cuesta.

O time colorado tentou chegar ao terceiro até o apito final, mas não conseguiu o resultado que levaria a decisão da vaga para as cobranças de pênalti. O aplauso do torcedor colorado ao final da partida foi um bonito reconhecimento do esforço do time em campo.

Ficha técnica:

Internacional (2): Marcelo Lomba; Fabiano (Brenner), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta (Camilo) e Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias (Wellington Silva), Edenilson, D’Alessandro e Patrick; Nico López. Técnico: Odair Hellmann.

Grêmio (0): Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson), Bressan, Kannemann, Cortez; Jailson, Cícero, Ramiro, Luan, Everton (Michel); Jael (Arthur). Técnico: Renato Portaluppi.

Gols: Nico López (I), de pênalti, aos 33min do primeiro tempo, D’Alessandro (I), aos 20min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Bressan, Cortez, Kannemann (G); Rodrigo Dourado, Nico López, Víctor Cuesta (I).

Público total: 26.219. Pagantes: 23.753. Menores: 564. Não pagantes: 1.902. Renda: R$ 961.157,00.

Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Lúcio Flor.

Local: Beira-Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *