Inter empata com o Cruzeiro-POA e segue na liderança

O Internacional pressionou em busca da vitória, sobretudo no segundo tempo, quando criou diversas chances claras de marcar, mas acabou empatando sem gols com o Cruzeiro-POA na noite desta quarta-feira, em Gravataí, pela 11ª rodada do Gauchão. Com a classificação já garantida na fase mata-mata, o time colorado segue na liderança, com 18 pontos. No domingo (11/3), às 17h, tem Gre-Nal no Beira-Rio, em jogo atrasado da sexta rodada que encerra a primeira fase do Estadual.

Time com caras novas

O Inter foi a campo com uma escalação diferente, uma vez que diversos titulares foram preservados. Destaque para o retorno do volante Fabinho após sete meses de afastamento dos gramados em virtude de uma grave lesão no tornozelo. Ruan também ganhou uma chance na lateral esquerda. O técnico Odair Hellmann montou a seguinte formação: Marcelo Lomba; Cláudio Winck, Thales, Rodrigo Moledo e Ruan; Gabriel Dias e Fabinho; Nico López, Juan Alano e Camilo; Roger.

Duelo duro no Vieirão

Os primeiros 25 minutos do confronto foram marcados por muita disposição física mas sem que ninguém conseguisse ser efetivo no ataque. O Colorado procurava manter a posse de bola, porém encontrava dificuldades para concluir em gol em razão da boa marcação imposta pelo adversário. Nas poucas vezes que Inter e Cruzeiro-POA chegaram com perigo na área, os lances foram anulados por impedimento.

Aos 28min, a equipe cruzeirista ameaçou em cabeceio de William Kozlowski que passou perto da trave esquerda defendida por Marcelo Lomba. A resposta veio na jogada seguinte com um forte chute de Nico López que passou por cima do gol. Aos 32min, Roger recebeu na área e concluiu com chute cruzado que estufou a rede, mas a arbitragem anulou o gol por impedimento do atacante colorado.

Final do 1º tempo ganha em emoção

As chances mais claras ficaram para o final da etapa. Aos 38min, Kozlowski aproveitou cruzamento que veio da direita e cabeceou, com muito perigo, por cima do gol. No minuto seguinte, foi o Inter que esteve perto de marcar – Nico López arriscou de longe e a bola passou por cima do travessão. Aos 43min, Kozlowski, novamente, desviou de cabeça e a bola passou rente à trave direita. Aos 46min, França invadiu a área e Marcelo Lomba fez a defesa no puro reflexo, evitando o gol do Cruzeiro-POA.

Inter se impõe no ataque

O Inter começou o segundo tempo adiantando suas linhas e pressionando em busca do gol. Logo aos 2min, Juan Alano entrou na área pela esquerda e chutou em diagonal. A conclusão foi desviada para escanteio. Aos 4min, Cláudio Winck bateu falta com qualidade e Deivity se esticou todo para fazer a defesa. Aos 13min, Ruan encontrou Camilo na entrada da área e o meia-atacante chutou desviado, para a linha de fundo. Mais uma boa chance!

O Cruzeiro-POA se segurou como pôde e, por instantes, conseguiu reequilibrar o duelo. Aos 21min, França foi acionado na área, mas Marcelo Lomba estava atento e interceptou a bola. Pouco depois, João Guilherme cobrou falta e a bola passou perto do ângulo direito.

Aos 28min, Cláudio Winck cruzou da direira, o goleiro Deivity não conseguiu cortar a bola pelo alto e Rodrigo Moledo quase abriu o placar em cabeceio que saiu por cima do travessão. Aos 35min, Ruan alçou na área, a bola desviou na zaga e Marcinho – que havia entrado no lugar de Roger – pegou o rebote. O chute do atacante só não entrou porque João Guilherme salvou em cima da linha do gol.

O Colorado seguiu tentando a vitória até os minutos finais. Aos 41min, Marcinho fez jogada individual no interior da área e tocou para o lado. A bola cruzou em frente ao gol sem que ninguém conseguisse o desvio. No finalzinho, em um contra-ataque, Wagner recebeu na área em posição ilegal e chutou para o fundo da rede. A arbitragem prontamente anulou o gol.

Ficha técnica:

Cruzeiro-POA (0): Deivity; Lucas Carvalho (Foguinho), Fernando Pinto, João Guilherme e Jonathan; Ben Hur, Dê, Wagner, William Kozlowski (Michel Renner); Reinaldo e França (Saldanha). Técnico: Ben Hur Pereira.

Internacional (0): Marcelo Lomba; Cláudio Winck, Thales, Rodrigo Moledo e Ruan; Gabriel Dias e Fabinho; Nico López (Brenner), Juan Alano (Wellington Silva) e Camilo; Roger (Marcinho). Técnico: Odair Hellmann.

Cartões amarelos: Fernando Pinto, França, Reinaldo (C); Juan Alano, Gabriel Dias, Marcinho (I).

Arbitragem: Douglas Silva, auxiliado por José Eduardo Calza e Fabrício Baseggio.

Local: Vieirão, em Gravataí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *