Órgãos públicos se unem ao Sindilojas Caxias no combate ao comércio ilegal

Em reunião realizada na sede do Sindilojas Caxias, foi definida a necessidade de um encontro com o prefeito municipal Daniel Guerra.

 

Após uma reunião inicial, realizada na Prefeitura de Caxias do Sul, em janeiro, sobre o crescimento do comércio ilegal nas principais ruas do centro da cidade, o Sindilojas Caxias voltou a colocar o tema em pauta ao reunir órgãos públicos na própria sede nesta terça-feira (06.02).

Estiveram reunidos a Secretaria de Segurança Pública e Proteção Social de Caxias do Sulrepresentada pela Guarda Municipal, a Receita Federal, a Brigada Militar e a Polícia Civil. Embora tenha sido convidada a participar a Secretaria Municipal do Urbanismo (SMU) não esteve presente na reunião realizada para buscar alternativas conjuntas para o combate do comércio ilegal que tem crescido em Caxias do Sul.

Para que haja um resultado mais efetivo, o Sindilojas entende que é preciso um trabalho em conjunto e por isso está solicitando uma audiência com o prefeito municipal Daniel Guerra para definir melhor as ações que serão tomadas pelo poder público, considerando que a fiscalização é uma atividade-fim da SMU.

A entidade representativa do comércio varejista defende que é preciso somar esforços em defesa do consumo consciente: “Nós precisamos do apoio da comunidade para que não compre produtos que são resultado do contrabando, do descaminho e de trabalho escravo. Ao consumir produtos sem procedência, o consumidor não tem garantias sobre o que compra”, ressaltou o presidente do Sindilojas Caxias, Sadi Donazzolo. Além disso, o município perde em arrecadação porque o comércio ilegal não contribui para o desenvolvimento do município diante do comércio legalizado, que recolhe impostos, contribui para o desenvolvimento da cidade, investe em ponto comercial e em atendimento ao consumidor.

 

Créditos: Lisiane Zago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *