FALTAM 90 MINUTOS PARA O TRI DA AMÉRICA Em jogo dramático, com dois pênaltis sonegados, Grêmio vence o Lanús por 1 a 0

Uma final de Libertadores não tem como o nervosismo e a tensão ficarem de fora. Na Arena, diante do seu público recorde, 55.188 torcedores, Grêmio e Lanús protagonizaram o primeiro jogo da final da Conmebol Libertadores Bridgestone. Uma partida dramática, com dois pênaltis claros sonegados para o Tricolor, mas que terminou com a vitória por 1 a 0 sobre os visitantes, com gol de Cícero.

As duas equipes iniciaram a partida estudando uma a outra. Os argentinos vieram fechados, marcando muito bem e conseguiram levar perigo a meta gremista por algumas vezes – Marcelo Grohe fez duas grandes defesas, impedindo que o marcador fosse aberto pelos visitantes. O Grêmio tentou por meio de cruzamentos, mas todos pararam nas mãos de Arana. Por duas vezes, o Tricolor teve a chance de marcar, pegando a defesa argentina desprevenida, mas não teve sucesso.

Na etapa complementar o Tricolor iniciou superior. Logo aos 13 minutos, Bruno Cortez deu um belo chute a gol, só não entrou porque Arana desviou a escanteio. Renato fez sua primeira alteração, colocando Everton no lugar de Fernandinho. Aos 26′, Cícero ocupou a posição de Jailson e Jael aos 29′, a de Lucas Barrios.

Mas foi aos 37 minutos que a Arena enfim comemorou. Após um lançamento de Edilson, a bola caiu para Jael que tocou para Cícero. O meia desviou e mandou entre as pernas de Andrada, assinalando o primeiro gol gremista e único da partida..

O Grêmio está próximo de conquistar o TRI da América. Faltam 90 minutos.

O Tricolor viaja com a vantagem para a Buenos Aires, onde enfrenta na próxima quarta-feira, dia 29, a equipe argentina pelo segundo jogo.

Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Arthur, Jailson, Ramiro, Fernandinho, Luan e Lucas Barrios.

Banco: Paulo Victor, Léo Moura, Bressan, Michel, Cícero, Everton e Jael.

A arbitragem do jogo foi comandada por Julio Bascuñan, auxiliado por Carlos Astroza e Christian Schiemann. Jesús Valenzuela foi o árbitro de vídeo.

publicidade:


O jogo:

Primeiro Tempo

O Grêmio iniciou a partida cercando e estudando a equipe do Lanús. A primeira oportunidade veio aos 3 minutos, de um lançamento que Fernandinho recebeu na esquerda, dominou e tentou passar por Gómez. No lance, esbarrou no defensor e caiu, mas a arbitragem nada assinalou.

No ataque novamente, Jailson deu um passe em profundidade para Fernandinho, na esquerda, que recebeu e optou pelo cruzamento, mas mandou nas mãos do goleiro argentino.

O Lanús tentou pela direita, com Sand, que recebia um cruzamento, mas Kannemann protegeu o lance e Grohe saiu do gol para deixar a bola sair a linha de fundo com segurança.

Aos 7 minutos, Luan recebeu passe na entrada da área, carregou pela direita e cruzou fechado, mas Andrada segurou no centro do gol.

Os argentinos chegaram com uma tabela rápida pela direita. Gómez tabelou com Sand e cruzou. Ramiro cortou de cabeça para escanteio. Na cobrança, a defesa gremista fez o corte.

Com 12 minutos, o time visitante teve uma falta boa a seu favor. Da direita, a bola foi alçada na área, mas Jailson cortou de cabeça. No lance, o ataque do Lanús acabou cometendo falta sobre os gremistas.

Três minutos depois, o Grêmio trabalhava a bola na intermediária, quando Luan lançou Ramiro na entrada da área com um passe por cima da zaga. O meia acabou derrubado, mas a arbitragem nada assinalou. Em seguida depois de ganhar uma disputa no lado esquerdo, Luan pegou a sobra e arrematou de perna direita, mas pegou mal e a bola passou por sobre a meta.

Aos 18 minutos, pela direita, o Tricolor teve uma falta a seu favor. Edilson colocou no primeiro poste e a zaga cortou de cabeça, afastando o perigo. Em seguida, pela direita, o lateral saiu em velocidade ao fundo de campo, fez o cruzamento e Velásquez cortou a escanteio. Luan colocou na boca do gol, a zaga afastou parcialmente e Ramiro pegou o rebote, mas o chute não saiu bem.

Aos 21′, uma nova falta da intermediária de ataque, pela direita. Edilson colocou no segundo poste, Barrios foi de cabeça, mas o árbitro assinalou falta de ataque, que não existiu.

Outra falta para o Tricolor. Edilson ia levando a bola a linha de fundo quando foi derrubado com falta. Fernandinho colocou na área, mas defesa afastou e se lançou em contra-ataque. O atacante conseguiu alcançar e deu um carrinho na bola. Ramiro completou afastando pela lateral. Logo em seguida, em um erro da defesa argentina, Ramiro pegou a sobra e chutou de canhota, mas a zaga conseguiu se recompor e ficar com a bola.

A grande chance do Lanús veio aos 33 minutos, da direita. Depois de trabalhar a bola na lateral e passar pela marcação, Martínez foi acionado, recebeu e chutou cruzado, mas Marcelo Grohe caiu e fez uma grande defesa.

Aos 38 minutos, o Grêmio chegou com Luan, que cruzou da direita, mas nas mãos do arqueiro argentino.

O Lanús chegou com muito perigo aos 39 minutos. Silva cruzou no primeiro poste, Velázquez subiu e mandou de cabeça. Grohe fez mais uma grande defesa, salvando o Tricolor.

Kannemann foi amarelado e está fora do segundo jogo, na Argentina.

O Tricolor teve uma chance em cobrança de falta, agora da esquerda. Luan mandou direto nas mãos do goleiro Andrada. Em contra-ataque, os argentinos chegaram na área gremista.

Aos 44′, Andrada recebeu e tentou sair jogando, mas mandou nos pés de Arthur, que chutou de esquerda, mas a bola saiu a linha de fundo. Dois minutos depois, Ramiro tentou avançar a dribles na área e caiu, com pênalti claro, mas a arbitragem não assinalou.

Jogo finalizou aos 46′.

publicidade:

Segundo Tempo

O Grêmio chegou com um lançamento de Luan, da esquerda. Ramiro tirou a casquinha, tentou em Lucas Barrios, mas a defesa cortou.

Quando o Grêmio trabalhava bem a bola na intermediária de ataque, Fernandinho foi derrubado com falta de Guerreño. Edilson mandou uma bomba direto a gol, passando pela barreira, mas saiu a direita do gol de Andrada.

O Tricolor seguiu pressionando a equipe argentina em seu campo de defesa até que conseguiu um escanteio. Na cobrança, Luan colocou no primeiro poste, mas a defesa cortou pra linha lateral.

E o Grêmio trabalhou essa bola e arrematou. Cortez recebeu e da intermediária, da entrada da área, mandou muito bem a gol. Arana desviou e a bola passou raspando a trave argentina, por pouco, aos 13 minutos.

Substituição: Saiu Fernandinho, entrou Everton, aos 13 minutos.

Pela direita, o Grêmio fez um cruzamento na área, Jailson subiu e cabeceou, mas a bola foi pra fora, próximo a meta do Lanús, aos 18′. Em seguida, Everton tentou jogada individual na esquerda e conseguiu escanteio. Ramiro pegou a sobra da cobrança, Luan cruzou e Andrada subiu para fazer a defesa.

Insistindo, pelo lado direito de ataque, o Grêmio teve um escanteio a seu favor. Luan cobrou, a arbitragem assinalou falta de ataque dos gremistas.

Substituição: Entrou Cícero, saiu Jailson, aos 26′.

Substituição: Entrou Jael, saiu Lucas Barrios, aos 29′.

Na saída de jogo errada do Lanús, Jael pegou a sobra e arrematou de longe, mas Andrada fez a defesa em dois tempos.

O Grêmio chegou aos 35′, com um lançamento buscando Ramiro. O meia ia acionando Everton mais a frente, mas o jogador estava impedido.

Pela esquerda, uma falta a favor dos gremistas. Luan colocou na área, mas a defesa cortou.

Aos 37 minutos, no lance seguinte, em um lançamento do Edilson, a bola caiu para Jael, que tocou para Cícero. O meia desviou e mandou entre as pernas de Andrada, assinalando o primeiro gol gremista. É GOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLL. É DESCONTROLEEEEEEEE!

Aos 49′, o Grêmio teve uma falta na direita. Houve desentendimentos e demora no lance, após discussões dos argentinos com a arbitragem. Na cobrança, Edilson colocou na área, Jael foi empurrado dentro da grande área, sofrendo pênalti. Mais um não assinalado pela arbitragem.

Jogo finalizou aos 49′ com muita discussão. Uma Libertadores.

Público: 55.188 torcedores.

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Faltam 90 minutos para o TRI da América
Em jogo dramático, com dois pênaltis sonegados, Grêmio vence o Lanús por 1 a 0

Uma final de Libertadores não tem como o nervosismo e a tensão ficarem de fora. Na Arena, diante do seu público recorde, 55.188 torcedores, Grêmio e Lanús protagonizaram o primeiro jogo da final da Conmebol Libertadores Bridgestone. Uma partida dramática, com dois pênaltis claros sonegados para o Tricolor, mas que terminou com a vitória por 1 a 0 sobre os visitantes, com gol de Cícero.

As duas equipes iniciaram a partida estudando uma a outra. Os argentinos vieram fechados, marcando muito bem e conseguiram levar perigo a meta gremista por algumas vezes – Marcelo Grohe fez duas grandes defesas, impedindo que o marcador fosse aberto pelos visitantes. O Grêmio tentou por meio de cruzamentos, mas todos pararam nas mãos de Arana. Por duas vezes, o Tricolor teve a chance de marcar, pegando a defesa argentina desprevenida, mas não teve sucesso.

Na etapa complementar o Tricolor iniciou superior. Logo aos 13 minutos, Bruno Cortez deu um belo chute a gol, só não entrou porque Arana desviou a escanteio. Renato fez sua primeira alteração, colocando Everton no lugar de Fernandinho. Aos 26′, Cícero ocupou a posição de Jailson e Jael aos 29′, a de Lucas Barrios.

Mas foi aos 37 minutos que a Arena enfim comemorou. Após um lançamento de Edilson, a bola caiu para Jael que tocou para Cícero. O meia desviou e mandou entre as pernas de Andrada, assinalando o primeiro gol gremista e único da partida..

O Grêmio está próximo de conquistar o TRI da América. Faltam 90 minutos.

O Tricolor viaja com a vantagem para a Buenos Aires, onde enfrenta na próxima quarta-feira, dia 29, a equipe argentina pelo segundo jogo.

Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Arthur, Jailson, Ramiro, Fernandinho, Luan e Lucas Barrios.

Banco: Paulo Victor, Léo Moura, Bressan, Michel, Cícero, Everton e Jael.

A arbitragem do jogo foi comandada por Julio Bascuñan, auxiliado por Carlos Astroza e Christian Schiemann. Jesús Valenzuela foi o árbitro de vídeo.

O jogo:

Primeiro Tempo

O Grêmio iniciou a partida cercando e estudando a equipe do Lanús. A primeira oportunidade veio aos 3 minutos, de um lançamento que Fernandinho recebeu na esquerda, dominou e tentou passar por Gómez. No lance, esbarrou no defensor e caiu, mas a arbitragem nada assinalou.

No ataque novamente, Jailson deu um passe em profundidade para Fernandinho, na esquerda, que recebeu e optou pelo cruzamento, mas mandou nas mãos do goleiro argentino.

O Lanús tentou pela direita, com Sand, que recebia um cruzamento, mas Kannemann protegeu o lance e Grohe saiu do gol para deixar a bola sair a linha de fundo com segurança.

Aos 7 minutos, Luan recebeu passe na entrada da área, carregou pela direita e cruzou fechado, mas Andrada segurou no centro do gol.

Os argentinos chegaram com uma tabela rápida pela direita. Gómez tabelou com Sand e cruzou. Ramiro cortou de cabeça para escanteio. Na cobrança, a defesa gremista fez o corte.

Com 12 minutos, o time visitante teve uma falta boa a seu favor. Da direita, a bola foi alçada na área, mas Jailson cortou de cabeça. No lance, o ataque do Lanús acabou cometendo falta sobre os gremistas.

Três minutos depois, o Grêmio trabalhava a bola na intermediária, quando Luan lançou Ramiro na entrada da área com um passe por cima da zaga. O meia acabou derrubado, mas a arbitragem nada assinalou. Em seguida depois de ganhar uma disputa no lado esquerdo, Luan pegou a sobra e arrematou de perna direita, mas pegou mal e a bola passou por sobre a meta.

Aos 18 minutos, pela direita, o Tricolor teve uma falta a seu favor. Edilson colocou no primeiro poste e a zaga cortou de cabeça, afastando o perigo. Em seguida, pela direita, o lateral saiu em velocidade ao fundo de campo, fez o cruzamento e Velásquez cortou a escanteio. Luan colocou na boca do gol, a zaga afastou parcialmente e Ramiro pegou o rebote, mas o chute não saiu bem.

Aos 21′, uma nova falta da intermediária de ataque, pela direita. Edilson colocou no segundo poste, Barrios foi de cabeça, mas o árbitro assinalou falta de ataque, que não existiu.

Outra falta para o Tricolor. Edilson ia levando a bola a linha de fundo quando foi derrubado com falta. Fernandinho colocou na área, mas defesa afastou e se lançou em contra-ataque. O atacante conseguiu alcançar e deu um carrinho na bola. Ramiro completou afastando pela lateral. Logo em seguida, em um erro da defesa argentina, Ramiro pegou a sobra e chutou de canhota, mas a zaga conseguiu se recompor e ficar com a bola.

A grande chance do Lanús veio aos 33 minutos, da direita. Depois de trabalhar a bola na lateral e passar pela marcação, Martínez foi acionado, recebeu e chutou cruzado, mas Marcelo Grohe caiu e fez uma grande defesa.

Aos 38 minutos, o Grêmio chegou com Luan, que cruzou da direita, mas nas mãos do arqueiro argentino.

O Lanús chegou com muito perigo aos 39 minutos. Silva cruzou no primeiro poste, Velázquez subiu e mandou de cabeça. Grohe fez mais uma grande defesa, salvando o Tricolor.

Kannemann foi amarelado e está fora do segundo jogo, na Argentina.

O Tricolor teve uma chance em cobrança de falta, agora da esquerda. Luan mandou direto nas mãos do goleiro Andrada. Em contra-ataque, os argentinos chegaram na área gremista.

Aos 44′, Andrada recebeu e tentou sair jogando, mas mandou nos pés de Arthur, que chutou de esquerda, mas a bola saiu a linha de fundo. Dois minutos depois, Ramiro tentou avançar a dribles na área e caiu, com pênalti claro, mas a arbitragem não assinalou.

Jogo finalizou aos 46′.

Segundo Tempo

O Grêmio chegou com um lançamento de Luan, da esquerda. Ramiro tirou a casquinha, tentou em Lucas Barrios, mas a defesa cortou.

Quando o Grêmio trabalhava bem a bola na intermediária de ataque, Fernandinho foi derrubado com falta de Guerreño. Edilson mandou uma bomba direto a gol, passando pela barreira, mas saiu a direita do gol de Andrada.

O Tricolor seguiu pressionando a equipe argentina em seu campo de defesa até que conseguiu um escanteio. Na cobrança, Luan colocou no primeiro poste, mas a defesa cortou pra linha lateral.

E o Grêmio trabalhou essa bola e arrematou. Cortez recebeu e da intermediária, da entrada da área, mandou muito bem a gol. Arana desviou e a bola passou raspando a trave argentina, por pouco, aos 13 minutos.

Substituição: Saiu Fernandinho, entrou Everton, aos 13 minutos.

Pela direita, o Grêmio fez um cruzamento na área, Jailson subiu e cabeceou, mas a bola foi pra fora, próximo a meta do Lanús, aos 18′. Em seguida, Everton tentou jogada individual na esquerda e conseguiu escanteio. Ramiro pegou a sobra da cobrança, Luan cruzou e Andrada subiu para fazer a defesa.

Insistindo, pelo lado direito de ataque, o Grêmio teve um escanteio a seu favor. Luan cobrou, a arbitragem assinalou falta de ataque dos gremistas.

Substituição: Entrou Cícero, saiu Jailson, aos 26′.

Substituição: Entrou Jael, saiu Lucas Barrios, aos 29′.

Na saída de jogo errada do Lanús, Jael pegou a sobra e arrematou de longe, mas Andrada fez a defesa em dois tempos.

O Grêmio chegou aos 35′, com um lançamento buscando Ramiro. O meia ia acionando Everton mais a frente, mas o jogador estava impedido.

Pela esquerda, uma falta a favor dos gremistas. Luan colocou na área, mas a defesa cortou.

Aos 37 minutos, no lance seguinte, em um lançamento do Edilson, a bola caiu para Jael, que tocou para Cícero. O meia desviou e mandou entre as pernas de Andrada, assinalando o primeiro gol gremista. É GOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLL. É DESCONTROLEEEEEEEE!

Aos 49′, o Grêmio teve uma falta na direita. Houve desentendimentos e demora no lance, após discussões dos argentinos com a arbitragem. Na cobrança, Edilson colocou na área, Jael foi empurrado dentro da grande área, sofrendo pênalti. Mais um não assinalado pela arbitragem.

Jogo finalizou aos 49′ com muita discussão. Uma Libertadores.

Público: 55.188 torcedores.

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

 


Conmebol Libertadores Brigestone – Final

Placar: Grêmio  1 X 0  Lanús
Local: Arena
Data: 22.nov.2017

Gols:  Cícero

Escalação Grêmio
Marcelo Grohe
Edilson
Geromel
Kannemann  
Bruno Cortez
Arthur
Jailson  
Ramiro
Fernandinho
Luan
Lucas Barrios
Entrou Saiu
Everton Fernandinho
Cícero   Jailson
Jael Lucas Barrios
Escalação Lanús
Andrada
Gómez
García Guerreño
Braghieri
Velázquez (Aguirre)
Martínez
Marcone
Pasquini
Silva
Sand
Acosta
Reservas
Monetti
Herrera
Zurbriggen
Aguirre
Maciel
Moreno
Denis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *