AGORA É FINAL GREMISTADA! Barcelona venceu por 1 a 0, mas não tirou a classificação do Tricolor, que deu um show de futebol e venceu por 3 a 0 no primeiro jogo

Sim, senhoras e senhores! O Grêmio está na final da Conmebol Libertadores Bridgestone.

E não foi um jogo fácil. Os mais de 54 mil torcedores presentes na Arena acompanharam uma partida tensa e muito disputada. O Tricolor iniciou bem, trocando passes e firme em sua marcação, mas em um descuido, permitiu que os equatorianos abrissem o marcador aos 32 minutos, com Jonatan Álvez. A melhor chance gremista veio logo na sequência do gol equatoriano, quando Fernandinho fez um cruzamento perfeito para Cícero, que desviou de cabeça, mas mandou pra fora.

O mesmo ritmo seguiu no segundo tempo. O Grêmio criou, colocou uma bola na trave com Jael, mas não empatou o jogo.

Como conseguiu boa vantagem, vencendo o Barcelona de Guayaquil no primeiro jogo por 3 a 0, garantiu hoje a classificação para a fase final da competição.

No dia 22 de novembro, o Tricolor enfrenta o Lanús, na Arena, pelo primeiro jogo da final.

Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Jailson, Arthur, Ramiro, Luan, Cícero e Fernandinho.

Banco: Paulo Victor, Léo Moura, Bressan, Marcelo Oliveira, Michel, Everton e Jael.

A arbitragem da noite foi chilena, comandada por Roberto Tobar, que foi auxiliado por Carlos Astroza e Cristhian Schiemann.

publicidade:

O jogo:

Primeiro Tempo

O Grêmio iniciou a partida e logo chegou ameaçando, com um lançamento longo buscando a cabeça de Cícero. O meia desviou, mas a bola se perdeu pela linha lateral, antes do primeiro minuto.

Já o Barcelona chegou com Jonatan Álvez, que tentou o giro dentro da área, mas Kannemann desarmou. O adversário caiu no gramado, pedindo pênalti, mas o lance era normal.

Com 10 minutos de jogo, o Grêmio trabalhava bem a bola, da direita pra esquerda, passando pelo meio. Quando Luan dominou, foi derrubado com falta na intermediária de ataque. Na cobrança, Edilson bateu de direita, passou por todo mundo e saiu pela linha de fundo, à direita de Banguera.

De novo pelo ataque, agora pela direita, Luan acionou Edilson, que foi a linha de fundo e fez o cruzamento, mas a zaga cortou. Ramiro pegou a sobra e tentou mandar novamente, mas a defensiva equatoriana afastou novamente.

Aos 13 minutos, uma boa chance gremista surgiu. Cícero fez o pivô e deixou para Arthur, que chegou e finalizou em direção a meta. A bola saiu a direita de Banguera.

Uma das melhores chances do Tricolor veio aos 20′. Fernandinho cruzou, Cícero tentou dominar, mas a zaga afastou. Luan pegou a sobra e mandou a gol, mas o arqueiro equatoriano espalmou para escanteio. Na cobrança, a bola foi alçada na área, finalizada a gol, mas houve desvio na zaga, no entanto a arbitragem deu apenas tiro de meta.

O Barcelona tentou responder, alçando uma bola no segundo poste, mas Geromel fez o corte, mandando pra linha de fundo. A cobrança do escanteio foi feita na marca penal, Álvez tentou finalizar, mas carimbou Jailson. Em seguida, Grohe fez a defesa e recolocou a bola em jogo.

Minuto depois, o Tricolor fez boa jogada pela direita com Luan e Ramiro. A bola foi cruzada na área, buscando Cícero, mas ela correu demais.

O time de Guayaquil também chegou ao ataque. Álvez recebeu passe na entrada da área, mas tentou deixar para Esterilla, que não entendeu o lance e a bola ficou com Marcelo Grohe. Em seguida, aos 30′, Caicedo fez um cruzamento rasteiro da esquerda. Grohe fez nova defesa.

Aos 32′, o Barcelona conseguiu abrir o marcador com uma jogada pela direita. Caicedo passou pela marcação, foi a linha de fundo e chutou cruzado. Kannemann desviou, mas Jonatan Álvez, mandou para o fundo das redes, colocando o time equatoriano na frente no placar.

O Grêmio perdeu uma grande oportunidade aos 35′, quando Fernandinho desceu pela direita e fez um cruzamento perfeito, na cabeça de Cícero, que mandou a gol. Perdeu, passando a esquerda de Banguera.

Outra chegada gremista foi um cruzamento feito por Cortez para a área. Fernandinho desviou e Cícero ia chegando para finalizar, mas foi flagrado em posição de impedimento.

O Barcelona teve uma chance em cobrança de falta. Velasco colocou na área, a bola passou por todos e ao final, foi afastada pela defensiva gremista.

O Grêmio também teve uma oportunidade em cobrança de falta, agora da meia direita. Edilson cobrou, a defesa cortou, Ramiro pegou a sobra, mas a arbitragem assinalou falta do volante.

Jogo finalizou aos 47 minutos.

 

Segundo Tempo

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação e logo fez uma boa jogada em velocidade. Pela direita, Luan acionou Fernandinho, que serviu Cícero. O meia chutou cruzado, mas pegou fraco a bola, facilitando a defesa de Banguera.

Trocando passes, Luan fez boa abertura para Edilson, que recebeu e cruzou na área, mas carimbou Minda e a bola saiu a escanteio. A cobrança foi feita, curta, mas a defesa interceptou, no entanto, no lance seguinte, a zaga mandou novamente pela linha de fundo. Fernandinho colocou no primeiro poste para novo corte da defesa.

Em novo lance, aos 5 minutos, após cruzamento, Kannemann recebeu na esquerda e tentou finalização de bicicleta. Banguera defendeu.

Já aos 8′, depois de jogada gremista, a bola foi afastada pela defesa equatoriana, mas Geromel se antecipou e recuperou, saindo em velocidade pela direita. O zagueiro chutou a gol, mas a bola saiu a esquerda do arqueiro adversário.

O Barcelona criou e chegou com muito perigo. Damián Díaz recebeu e serviu Esterilla, que deslocou a marcação e mandou a gol. A bola explodiu na trave, saindo pela linha de fundo, para sorte gremista.

Substituição: Saiu Fernandinho, entrou Everton, aos 11′. Em sua primeira participação, o atacante ia recebendo, mas acabou caindo, marcado por dois defensores.

O time equatoriano teve uma falta a seu favor na esquerda, cometida por Edilson, que acabou amarelado. Na cobrança, Díaz colocou na área, mas a bola foi afastada prontamente pela defesa tricolor.

Aos 15′, Arthur fez uma grande jogada individual, invadiu a área e tentou servir Luan mais a frente, mas defensor se antecipou e interceptou o lance. Em resposta, o time de Guayaquil chegou com Álvez, que cometeu falta sobre Geromel, mas caiu no gramado.

Outra chance tricolor veio após desarme, que Luan conseguiu disparar em velocidade, pela direita e chutar cruzado. A bola ia saindo a linha de fundo, mas foi recuperada pelos gremistas, no entanto, na sequência do lance, o goleiro fez a defesa.

Aos 23 minutos, Arthur fez um lindo lançamento para Cícero, que saiu livre na cara de Banguera, mas finalizou mal, mandando nas mãos do arqueiro.

Substituição: Saiu Cícero, entrou Jael, aos 25 minutos.

Luan recebeu passe dentro da grande área, mas muito bem marcado, foi obrigada a recuar, no entanto a marcação equatoriana estava muito forte e conseguiu o desarme no lance.

Aos 27′, trocando passes em direção ao gol, o Tricolor trabalhou a bola da direita ao meio. Arthur serviu Luan, que recebeu e chutou a gol, mas a bola saiu a esquerda de Banguera.

De novo no ataque, trabalha muito bem a bola pela direita, Edílson deu um passe para o meio da área, Ramiro tentou a finalização, houve tumulto na área e Arreaga conseguiu o desvio.

Em contra-ataque em velocidade, pela esquerda, Everton colocou na frente e acabou derrubado com falta. Em seguida, na extrema esquerda, o Tricolor teve uma nova falta. Luan serviu Cortez que colocou na área. Jael subiu, cabeceando, mas a bola bateu na trave, saindo pela linha de fundo.

Aos 35′, Everton passou pela marcação, na esquerda, invadia a área quando foi derrubado com falta, mas nada assinalado.

O Grêmio se manteve no ataque e desta vez foi Edilson quem mandou uma bomba. Explodiu na zaga e saiu a escanteio.

Substituição: Saiu Ramiro, entrou Michel, aos 38 minutos.

Aos 41 minutos, em jogada pelo meio, Luan ia recebendo o passe, foi empurrado por marcador e acabou dominando a bola com a mão, dentro da área.

O Barcelona desceu pela esquerda, com Ayoví fazendo um cruzamento na área, mas ele mandou mal e a bola saiu pela linha de fundo. Logo na sequência, Álvez dominou na intermediária, cortou pra perna esquerda e mandou longe, por sobre a meta gremista.

Jogo finalizou aos 49 minutos.

Público: 54.128 torcedores

Fotos: Lucas Uebel | Divulgação Grêmio FBPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *