Após gol de braço, CBF vai usar recurso de vídeo no Brasileirão

Entidade diz que utilizará replay para auxiliar a arbitragem ‘o mais rápido possível’

Por causa da polêmica envolvendo o gol de braço de , do Corinthians, contra o Vasco, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) planeja implementar o sistema de vídeo no Campeonato Brasileiro “o mais rápido possível”. Nesta segunda-feira, o presidente da entidade que regula o futebol do país, Marco Polo Del Nero, reuniu sua equipe e fez o pedido após sucessivos testes com a tecnologia, que já está em uso em algumas competições.

Um dos motivos pelos quais o Campeonato Brasileiro ainda não contava com o uso da tecnologia vista em torneios internacionais de maior renome era o custoda operação. No entanto, visando a evitar maiores polêmicas envolvendo irregularidades não marcadas pelos árbitros, a CBF, enfim, parece disposta a abrir os cofres.

“A Comissão de Arbitragem da CBF projetava o uso do Árbitro de Vídeo (AV) nas rodadas finais do Brasileirão 2017. Ao longo deste ano, representantes da entidade e árbitros brasileiros participaram de treinamentos teóricos e práticos sobre o tema, incluindo a capacitação que vem sendo realizada desde a semana passada na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai. Entretanto, em razão da incidência de erros recentes que poderiam ser evitados com a utilização da tecnologia, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, reuniu a equipe, nesta segunda-feira 18, e determinou que o Árbitro de Vídeo seja aplicado quanto antesnas partidas do Brasileirão”, publicou a CBF, em nota oficial.

Nesta terça-feira, a CBF realizará uma reunião para definir todos os detalhes da instalação do recurso de vídeo nos estádios brasileiros e também a possibilidade de o sistema ser usado em outras competições nacionais.

PUBLICIDADE:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *